Clique e assine a partir de 9,90/mês

No dia em que Amy Winehouse faria 28 anos, seu último trabalho – um dueto com Tony Bennett – é lançado

Música foi gravada no último dia 23 de março, três meses antes da morte da cantora; venda será revertida para fundação que ajuda jovens contra as drogas

Por Da Redação - 14 set 2011, 09h45

A cantora Amy Winehouse, morta em julho, completaria 28 anos nesta quarta-feira. E justamente por isso a data foi escolhida para o lançamento do vídeo com cenas do dueto entre a estrela britânica e o lendário nome do jazz americano Tony Bennett, gravado em março deste ano. A gravação de Body and Soul foi o último trabalho da cantora.

Durante a gravação do vídeo, Amy, que apresenta aparência saudável, brincou com Bennett: “Foi a primeira vez que encontrei o Tom… posso chamá-lo de Tom?”, diz a cantora. “Quando ele se apresentou no Albert Royal, fui com meus pais todos os dias”, completou.

Bennett, uma das maiores vozes da música americana, devolve a gentileza: “Ela foi absolutamente brilhante na gravação”, disse o cantor. A canção faz parte do disco Duets II, que será lançado no dia 20 de setembro nos Estados Unidos. O álbum tem ainda a participação de Lady Gaga, Michael Buble e Queen Latifah.

A música, gravada em março deste ano no estúdio Abbey Road, foi lançada nesta quarta na Inglaterra em formato single e a venda será inteiramente revertida para a entidade que o pai da cantora, Mitch Winehouse, criou para ajudar jovens com poblemas ligados ao vício em drogas e álcool.

Continua após a publicidade

Amy, que lançou dois discos (Frank, em 2003, e Back to Black, em 2006), foi encontrada morta no último dia 23 de julho em sua residência, no norte de Londres. As causas da morte não foram inteiramente esclarecidas e o inquérito policial que investiga o fato deve ser concluído em meados de outubro. Exames toxicológicos não encontraram vestígios de drogas ilícitas no corpo da cantora, que tinha um longo histórico de excessos nesse sentido.

A família de Amy acredita que ela morreu justamente em decorrência da abstinência, já que vinha se tratando — sem acompanhamento médico adequado — para abandonar o alcoolismo. Ainda de acordo com os familiares, a cantora estava há três anos sem usar drogas.

Assista abaixo ao vídeo da gravação

Publicidade