Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nem marido, nem idade. Saudade da cachorrinha fez Gisele chorar

Ex-modelo negou os rumores de crise no casamento, disse que envelhece feliz e só se emocionou ao relembrar a morte de Vida, sua yorkshire

Gisele Bündchen concedeu uma entrevista para relembrar seus 20 anos de carreira como modelo e abriu o coração. Falou sobre a dificuldade de “envelhecer”, o uso de drogas e até sobre os rumores sobre divórcio. Mas o que realmente fez a top chorar – uma imagem bastante explorada pela Rede Globo nas chamadas do Fantástico – foi um fato ocorrido há três anos: a morte de sua cachorrinha Vida.

Gisele recebeu a reportagem do programa dominical em sua casa, chamada por ela de “santuário”, em Boston, nos Estados Unidos. Logo no início, a pergunta sobre Vida, a yorkshire que morreu em 2012, aos 14 anos, abalou a modelo. “Eu era tão jovem e sozinha e era ela quem me dava todo o amor. Tinha muita inveja em volta, não foi fácil”, contou Gisele, contendo as lágrimas.

Leia também:

Gisele posta mensagem após trapaça do marido: ‘Ninguém é perfeito’

Marido de Gisele quebra silêncio sobre casamento: ‘Sou um homem de sorte’

Com imagem fofa do marido e da filha, Gisele afasta crise no casamento

Depois, ela foi bem mais escorregadia ao comentar os temas espinhosos. Admitiu que fumou cigarro por um tempo, mas alegou que o fez para se enturmar. “Eu morava num apartamento com as modelos e ali tinha muita droga. E eu não era cool, porque eu não fazia nada, não saía, não bebia, não usava droga. E aí comecei a fumar, entre 17 e 23 anos, mas parei porque comecei a sentir problemas de saúde. Tive que fazer mudanças, mudei minha vida completamente, parei de tomar café, cortei açúcar, comecei a praticar yoga, estava com muita ansiedade”

Seis meses após se aposentar das passarelas, Gisele afirmou que sua maior prioridade é estar ao lado do marido, o astro do futebol americano Tom Brady, e dos filhos Benjamin, de seis anos, e Vivian, de três, e do enteado, John. “Quero muito estar comigo mesma, me conhecer mais, aproveitar meus filhos. Eles crescem rápido demais. Tenho paixão por criança e sempre digo ao meu marido que quero tomar conta de muitas crianças. Já tenho três, dois que eu fiz e um que ganhei de brinde”, brincou, citando John, filho de outro relacionamento do jogador.

Gisele, inclusive, negou que o casal tenha passado por uma crise e reafirmou que o amor segue inabalável. “Estou muito feliz. A família é uma coisa muito importante. E eu amo a minha”, resumiu. Em seguida, a bela de 35 anos disse que as mudanças em seu corpo não tiram seu sono. “Não gosto da palavra envelhecer, prefiro ‘amadurecer’. Nós vamos ter rugas, o corpo vai mudar. Todas as pessoas têm que fazer o que as deixa bem, o que as fazem feliz. Quero amadurecer feliz, estou feliz onde estou e me sinto pronta para a próxima etapa.”

(da redação)