Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Narrador manda jogadora japonesa ‘caçar Pokémon em Osasco’

Rômulo Mendonça, da ESPN, ainda cantou 'Ragatanga', da extinta Rouge, para comemorar a vitória do Brasil

Se existe algo que pode competir com a Olimpíada do Rio é Pokémon Go. A popularidade do jogo é tanta que inspirou um irreverente comentário do narrador da ESPN Rômulo Mendonça, durante o jogo de vôlei feminino entre Brasil e Japão, na noite de quarta-feira. Ao comemorar um dos pontos das meninas brasileiras, o jornalista se empolgou e soltou: “Aqui não, neném, vai caçar Pokémon em Osasco!”

LEIA TAMBÉM:
Seleção feminina de vôlei bate o Japão e segue invicta
Pokémon inclui residência de Michel Temer no jogo
‘Pokémon Go’ altera a rotina em São Paulo

Esta não foi a única pérola que o narrador soltou durante a transmissão. Em outro momento, após a brasileira Gabi marcar um ponto, ele cantou a música Ragatanga, da extinta banda Rouge — algo que, aliás, já fez em transmissões de futebol americano. Porém, uma das comentaristas do canal ficou confusa e perguntou se ele estava falando de Pokémon de novo, ao que respondeu, em um comentário que roçou o racismo: “Pokémon é só do outro lado”.

A irreverência de Rômulo Mendonça não passou despercebida pelos internautas e movimentou o Twitter. Confira os vídeos do narrador e alguns dos comentários abaixo:

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Oliver Kroos

    A ESPN tem muitos narradores e comentaristas excelentes: Paulo Andrade, Cledi Oliveira, Rômulo Mendonça, Fernando Meligeni, Paulo Calçade, Alex (ex-jogador de futebol), Sorín (ex-jogador de futebol)… Vale a pena gastar algumas centenas de dilmas para se libertar da Globo para ter narrações de esportes incríveis…

    Curtir

  2. 1- Racismo?!?!?!?
    2- Pode ser bom pra narrar rodeio, leilão de gado, futeboSTA, porque de VOLEI não manja nada.

    Curtir

  3. Aloizio Barros de Souza

    Racismo? Onde se aplica essa palavra no texto ou no que o narrador falou? Meu Deus, até falar de mal de pokemon é racismo.

    Curtir

  4. lilian sanches

    Racismo?! Onde que eu não vi? A Veja está ficando mais chata que a FSP. É muito anúncio de estatal subindo à cabeça, né, Petry?

    Curtir