Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Naomi Campbell é condenada por agressão a fotógrafo

Em agosto de 2009, modelo britânica atacou o paparazzo Gaetano Di Giovanni com sua bolsa e causou arranhões em seu olho

A modelo britânica Naomi Campbell foi declarada culpada na última sexta-feira por um tribunal da ilha de Sicília, Itália, por ter atacado em agosto de 2009 um paparazzi que tirava fotos suas e de seu namorado à época, o bilionário russo Vladimir Doronin. Naomi recebeu uma sentença especial de seis meses de prisão, dada geralmente a condenados por ofensas consideradas leves e que permite que a pessoa não vá parar atrás das grades, funcionando como uma condicional. Provavelmente, a modelo terá que fazer apenas trabalho comunitário e se manter na linha durante esse período.

LEIA TAMBÉM:

Naomi Campbell: ‘Ainda existe muito racismo na moda’

Novo clipe traz imagens raras de Michael Jackson e Naomi Campbell

Naomi Campbell vai participar de ‘American Horror Story’

O incidente ocorreu em Lípara, uma ilhota ao norte de Sicília, quando Naomi andava pelas ruas da cidade e o fotógrafo Gaetano Di Giovanni tirava fotos do casal. A modelo de 45 anos bateu com sua bolsa no olho do italiano, que saiu com alguns arranhões. Em 2013, Di Giovanni falou ao tribunal que passou por tratamento médico e levou três dias para se recuperar.

“Eu comecei a tirar algumas fotos dela e não esperava uma reação violenta de Naomi”, disse o paparazzi à corte. O advogado da modelo e Di Giovanni chegaram a um acordo para que ele retirasse as queixas, mas o promotor Francesco Massara ordenou que o processo continuasse por se tratar de um caso de interesse público, segundo a agência de notícias italiana Ansa. Ao canal americano E! News, os advogados de Naomi afirmaram que irão recorrer e que não podem falar de um processo em andamento.

Esta não foi a primeira vez que a modelo teve problemas com a justiça. Em 2007, ela cumpriu cinco dias de serviços comunitários na cidade de Nova York, Estados Unidos, após se declarar culpada por jogar um celular em sua empregada doméstica. Naomi ainda foi obrigada a realizar um curso de controle de raiva e pagar as despesas médicas de sua ex-funcionária.