Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Na Estrada’, de Walter Salles, é indicado à Palma de Ouro

Paris, 19 abr (EFE).- O diretor brasileiro Walter Salles, com o filme ‘Na Estrada’ – uma adaptação do livro de Jack Kerouac (On The Road) -, representará o cinema nacional na disputa pela Palma de Ouro da 65º edição do Festival de Cannes, que começa no dia 16 de maio, anunciaram os organizadores da premiação nesta quinta-feira.

Com estreia nacional prevista somente para junho, o novo filme de Walter Salles, que conta com Kristen Stewart, Kirsten Dunst, Viggo Mortensen e Alice Braga – a única brasileira no elenco -, entrará na disputa com grandes nomes do cinema mundial, como Michael Haneke, Ken Loach, David Cronenberg, Alain Resnais e o mexicano Carlos Reygadas, com ‘Post Tenebras Lux’.

Anunciada pelo diretor-geral de Cannes, Thierry Frémaux, a lista, em sua maioria, destaca filmes de cineastas que já passaram por Croisette em outros anos, como Michael Haneke – Palma de Ouro com ‘A Fita Branca’ (2009). Desta vez, o diretor austriaco volta ao festival com ‘Amour’, com Isabelle Huppert e Jean-Louis Trintignant.

Quem também retonará a Cannes é o britânico Ken Loach (premiado em 2006 por ‘O Vento Que Agita a Cevada’) com ‘The Angel’s Share’, uma tragicomédia situada na Escócia, e o iraniano Abbas Kiarostami – Palma de Ouro em 1997, por ‘O Sabor das Cerejas’ -, com ‘Like Someone in Love’, um filme rodado no Japão.

David Cronenberg entrará na disputa com ‘Cosmopolis’, um filme baseado no livro de Don DeLillo. Além de Robert Pattinson, o elenco do novo longa de Cronenberg também conta com Juliette Binoche e Mathieu Amalric.

Após levar a Palma de Ouro em 2007, com ‘4 meses, 3 semanas, 2 dias’, o romeno Cristian Mungiu para apresentar ‘Beyond the Hills’, enquanto o dinamarquês Thomas Vintenberg espera superar o Prêmio do Júri de 1998, com ‘Jagten’ (‘The Hunt’). Da Austrália, John Hillcoat competirá com ‘Lawless’, e Matteo Garrone (‘Gomorra’), vindo direto da Itália, apresentará ‘Reality’.

Além de renomados diretores, como de costume, Cannes também contará com muitas celebridades, como Eva Mendes em ‘Holy Motors’, dirigido por Leos Carax, e Nicole Kidman em ‘Hemingway & Gellhorn’, um filme de Philip Kaufman. O último filme de Brad Pitt – ‘Killig Them Softly’, dirigido por Andrew Dominik -, também passará pela competição do festival.

A seção oficial ainda destaca a atriz francesa Marion Cotillard – protagonista de ‘De Rouille et d’les’, do premiado diretor Jacques Audiardo -, e o americano Matthew McConaughey, que aparece em dobro ao lado de Reese Whiterspoon no filme ‘Mud’, de Jeff Nichols. O filme ‘The Paperboy’, de Lee Daniels, também se destaca ao trazer Zac Efron e Nicole Kidman.

Outro destaque da mostra competitiva de Cannes é o último filme do quase nonagenário Alain Resnais: ‘Vous n’avez Encore Rien Vu’. Já o encerramento do festival ficará por conta do filme póstumo de Claude Miller, ‘Thérèse Desqueyroux’, que conta com Audrey Tautou no elenco.

Além do brasileiro Walter Salles e do mexicano Carlos Reygadas, a participação latino-americana no festival inclui o filme ‘Elefante Blanco’, do argentino Pablo Trapero, que faz parte da seleção Um Certo Olhar, assim como o coletivo ‘7 Dias en La Habana’, realizado, entre outros, por Benicio del Toro, Julio Medem, Juan Carlos Tabío e o próprio Trapero. O primeiro longa do colombiano Juan Andrés Arango, ‘A praia’, também está nessa seleção.

Já o lado comercial será representado neste ano com a sequência, em 3D, de ‘Madagascar’, que certamente deverá cobrir a fachada de algum hotel de Croisette com os conhecidos animais da série.

O festival, dentro das seções especiais, também apresentará o curioso documentário de Laurent Bouzereau, intitulado ‘Roman Polanski: a film memoir’, que foi rodado na residência do diretor franco-polonês durante sua prisão domiciliar.

O filme responsável pela abertura do festival será o último filme de Wes Anderson, ‘Moonrise Kingdom’, que conta com um elenco formado por Bruce Willis, Edward Norton, Bill Murray, Tilda Swinton e Harvey Keitel. EFE