Clique e assine com 88% de desconto

Na casa do BBB, a luta pela sobrevivência das ‘espécies’

Brothers combatem o isolamento adotando comportamentos de bando, como no reino animal. Conheça as panelinhas que se formaram na casa do 'BBB 13'

Por Emylinn Lobo, do Rio de Janeiro - 24 jan 2013, 17h57

O caminho mais rápido para uma indicação para o paredão do BBB é o isolamento. E já na primeira semana foi o fato de estar “isolado do grupo” o que motivou a indicação do professor Ivan, feita pela ex-policial Anamara. Para não ficar sozinhos, os BBBs se agrupam como podem, e não importa muito se o ‘grande amigo’ dentro da casa vai ser alguém com quem o participante tem de fato afinidade.

Leia também:

Leia também: A vingança dos novatos no ‘BBB 13’

O resultado curioso dessa busca pelo entrosamento é a criação de alguns grupos de comportamento semelhante. Como se, a exemplo do mundo animal, os BBBs tivessem um instinto que os preserva de ficar à mercê de grupos de predadores. O que todos logo descobrirão é que, tão perigoso quando o isolamento, é a perda de personalidade na casa. Afinal, Ivan, o participante que não se enquadra muito bem em qualquer dos grupos da casa conseguiu se safar da eliminação, já conquistou uma liderança e se mostra competitivo. A lei da selva também valoriza a inteligência, portanto.

Publicidade