Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Música no Brasil virou ou pornográfica ou de corno’, diz Deborah Blando

Cantora anunciou que pretende se mudar para a Europa, onde vai dar continuidade à sua carreira

Sucesso dos anos 1990, a cantora Deborah Blando anunciou no último domingo 19, que está deixando o Brasil. Segundo a artista, a decisão foi motivada pelos rumos da indústria musical no país. “Infelizmente, aqui quem não é artista é famoso. Quem não canta faz sucesso. Quem mostra o corpo de forma grotesca e vulgar faz mais sucesso ainda”, escreveu em publicação no Instagram. “Música no Brasil virou ou música pornográfica ou música de corno com letras machistas e grotescas.”

View this post on Instagram

Meus amores, Hoje é um dia e um show muito especial. Pois é o ultimo show da One truth tour e minha estada no Brasil. Estou muito feliz de me retirar dos palcos com um time de profissionais de tirar o chapeu. Infleizmente não são os artistas e produtores que estão comigo que fazem com que meu trabalho aconteça num nivel de midia que eu deveria estar como profissional. Compositora e cantora que deixa agora um legado para a posteridade. Tenho orgulho de ter trabalhado com os melhores do mundo musical tanto no mundo todo – em especial os EUA- como aqui no Brasil e o resto do mundo. Nunca diminuí minha qualidade musical por conta do que esta na moda e nem me "prostituí" e não vou me vender fazendo o tipo de musica que está vendendo no mercado nesse país. Infelizmente aqui quem nao é artista é famoso. E quem não canta faz sucesso. Quem mostra o corpo de forma grotesca e vulgar faz mais sucesso ainda . Musica no Brasil virou ou musica/ pornografica ou musica de corno com letras machistas e grotescas . Sem poesia. Sem arte. O que matou a arte no Brasil eu me pergunto?! Infelizmente tem publico pra isso. O espaço para musica de qualidade e de nivel se tornou escasso a tal ponto que trabalhar no Brasil se tornou inviavel pra quem tem realmente talento. Obviamente ainda existem " artistas" que sobreviveram e ainda estão no mercado. Mas não chega a dar uma mão cheia se for contar. Portanto hoje me despeço de cabeça erguida pois eu sei no meu coracão que fiz tudo que pude pra voltar a cantar nesse país. Mas estou com 50 anos. E quero viver o resto da minha vida em paz. E fazendo outra coisa, outro tipo de arte e musica em outro país na Europa. Hoje vamos vibrar , nos emocionar, cantar . E eu dei tudo de mim pra musica e para meus fans. Agora preciso seguir em frente buscando outros horizontes e crescer como ser humano que sou. Amo vocês e agradeço do fundo da alma por todo carinho e amor que fizeram eu chegar ate aqui! Isso não quer dizer que eu ainda não volte um dia pra fazer algo especial. Um show ou outro. Mas minha decisão está tomada e espero que vocês que me amam entendam. Amo vocês e estarão sempre comigo nas minhas oraçoes e meu ❤ Let's rock 1 more time tonite!

A post shared by Deborah Blando Perfil Oficial (@deborahblando) on

“Nunca diminuí minha qualidade musical por conta do que está na moda e nem me ‘prostituí’, e não vou me vender fazendo o tipo de música que está vendendo no mercado nesse país”, continuou o desabafo. “O que matou a arte no Brasil, eu me pergunto?! Infelizmente, tem público pra isso. O espaço para música de qualidade e de nível se tornou escasso a tal ponto que trabalhar no Brasil se tornou inviável pra quem tem realmente talento.”

A cantora também anunciou que planeja se mudar para a Europa, onde vai dar continuidade à sua carreira. “Hoje me despeço de cabeça erguida, pois eu sei, no meu coração, que fiz tudo que pude pra voltar a cantar nesse país. Mas estou com 50 anos. E quero viver o resto da minha vida em paz. E fazendo outra coisa, outro tipo de arte e música em outro país na Europa. (…) E eu dei tudo de mim para a música e para meus fãs. Agora preciso seguir em frente buscando outros horizontes e crescer como ser humano que sou.”

Deborah Blanco alcançou o estrelato nacional e internacional com seu primeiro álbum, A Different Story (1990). Desde então, lançou diversas músicas que conquistaram o primeiro lugar nas rádios brasileiras e foram incluídas em trilhas sonoras de mais de vinte novelas. Em 2003, decidiu dar uma pausa na carreira devido a problemas de saúde, voltando à ativa em 2011.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. carlos smicelato

    O pior é que ela tem razão….

    Curtir

  2. Antonio Fabri

    Ela não falou nenhuma mentira,e as grandes mídia ainda apóiam e dão crédito a esse tipo de músicas lixo.

    Curtir