Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Museu da Língua Portuguesa pode captar R$ 22 mi para reconstrução

Prédio no centro de São Paulo foi destruído em incêndio em dezembro de 2015

Segundo publicação do Diário Oficial da União desta sexta-feira, o Ministério da Cultura autoriza a Fundação Roberto Marinho, pertencente ao Grupo Globo, a captar 22.014.000 de reais, mediante doações ou patrocínios via leis de incentivo à cultura, para as obras de reabertura do Museu da Língua Portuguesa. A instituição foi destruída por um incêndio em dezembro de 2015.

A Fundação Roberto Marinho tem até 31 de dezembro de 2016 para captar os recursos. Segundo o resumo do projeto apresentado no Diário Oficial, o dinheiro servirá para a “execução de ações para reabertura da sede do Museu da Língua Portuguesa”, para o “desenvolvimento de projetos e implantação da museografia, em decorrência do incêndio, bem como a reformulação do conteúdo museológico, e a implantação de projeto de acessibilidade para pessoas com deficiência visual, auditiva, motora, intelectual e mobilidade reduzida”.

O Museu da Língua Portuguesa foi inaugurado em 2006, após investimentos de 37 milhões de reais. Em 21 de dezembro de 2015, o prédio foi destruído por incêndio causado por um curto-circuito. Um brigadista morreu durante o desastre.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Que desta vez seja implantado um sistema contra incêndios sem falhas.

    Curtir