Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Murilo Rosa vence processo contra o Google por fotos íntimas vazadas

A 4ª Vara Cível da Barra da Tijuca determinou que o site pague 50.000 reais ao ator, mais 10.000 em multa diária se divulgar novamente as imagens

O ator Murilo Rosa venceu o processo que movia contra o Google, pela exibição, por parte do site de buscas, de fotos íntimas suas vazadas em março de 2013. De acordo com a sentença dada nesta sexta-feira pela 4ª Vara Cível da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, a empresa terá que pagar 50.000 reais ao ator por danos morais e as páginas que hospedarem as imagens daqui para frente, Google inclusive, serão excluídas da internet, sob pena de multa de 10.000 reais por dia de exibição das fotos. As informações são do advogado do ator, Ricardo Brajterman.

Rosa obteve uma liminar em junho do ano passado determinando que o Google e o serviço de vídeos YouTube deixassem de exibir suas imagens íntimas em seus resultados de busca. Na ocasião, uma pessoa não identificada chegou a telefonar para o ator, pedindo dinheiro para não publicar mais fotos constrangedoras na web. O caso foi tratado como tentativa de extorsão e investigado pela Polícia Civil do Rio.

Leia também:

Murilo Rosa exige na Justiça que Google e YouTube retirem suas fotos íntimas do ar

Murilo Rosa: polícia identifica dois suspeitos de vazar fotos

Segundo o advogado, foram enviadas catorze notificações ao site de vídeos pedindo que as fotos fossem retiradas antes que a justiça liberasse a sentença. O Google ainda pode entrar com recurso, já que o caso foi julgado em primeira instância.