Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mundo cão: ‘Cidade Alerta PR’ só queria ibope ao destruir cenário

Como acontece quando se conta uma mentira, porém, agora é de se duvidar que a produção do programa esteja falando a verdade

Tudo não passou de brincadeirinha — e de muito mau gosto. A destruição do cenário do Cidade Alerta Paraná, sequência que viralizou na internet nos últimos dias, não passou, segundo a produção do telejornal policialesco, de uma ação de marketing para divulgar o programa. Com o factoide, como aqueles divulgados pelos veículos de imprensa mais questionáveis, o Cidade Alerta Paraná fez jus ao adjetivo que costuma ser atribuído a telejornais do tipo: sensacionalista.

“O programa Cidade Alerta Paraná, sucesso de audiência de segunda a sexta-feira, a partir das 18h, na RICTV/Record TV, foi ao ar com um novo cenário a partir desta segunda-feira. A nova identidade visual do programa apresenta novas cores e equipamentos mais modernos, seguindo um processo de renovação previsto pela a emissora, após três anos de atração no antigo cenário. Para marcar a troca do cenário, na última sexta-feira (25) o apresentador Paulo Gomes encenou um ‘surto de raiva’, simulando falhas técnicas durante a entrada das reportagens e na apresentação de imagens no monitor do estúdio. Após representar estar bastante irritado, o apresentador destruiu parte do estúdio e um monitor que na verdade já não funcionava mais“, diz nota enviada pelo telejornal. O grifo em “sucesso” é da reportagem de VEJA.

Em seguida, sem nenhum pudor, o comunicado comemora a repercussão do caso. “Logo após a exibição do programa, a ação viralizou nas redes sociais e foi replicada em diversos veículos de comunicação de todo o país.”

Além de lamentável, a versão divulgada pelo Cidade Alerta Paraná padece do mal dos mentirosos. Como o programa já enganou a todos uma vez, nada garante que não está faltando com a verdade de novo. Perda de credibilidade merecida.