Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morte de Whitney Houston estimula downloads de seus sucessos

Redação Central, 13 fev (EFE).- Como aconteceu após a morte de Amy Winehouse no ano passado, a inesperada descoberta do corpo de Whitney Houston neste fim de semana em um hotel de Los Angeles acabou sendo um estímulo aos downloads de suas músicas, que alcançaram o número 1 no iTunes Espanha, França e Estados Unidos.

Assim, a versão da cantora para o clássico de Dolly Parton ‘I Will Always Love You’, talvez a canção mais emblemática de sua carreira, já lidera a lista de singles mais baixados da popular plataforma digital nesses países, ao lado de outras conhecidas faixas como ‘One Moment In Time’, ‘I Wanna Dance With Somebody’ e ‘The Greatest Love of All’, que também entraram no ‘top 10’.

Quanto aos álbuns, apenas o premiado ’21’ de Adele se mantém na maioria dos países como um concorrente. Mesmo assim, as coletâneas ‘Whitney Houston – Greatest Hits’ e ‘The Ultimate Collection’ subiram ao pódio do iTunes nos EUA, Espanha, Reino Unido, França, Itália e Alemanha.

‘O Guarda-Costas’, que se mantém como a trilha sonora mais vendida da história com mais de 48 milhões de cópias, entrou ainda na lista dos dez discos mais vendidos em vários países europeus, entre eles a Espanha, onde ocupa a quinta posição.

De acordo com vários meios de comunicação internacionais, a cúpula da Sony Music deve se reunir nesta semana para planejar uma nova estratégia de relançamento dos nove discos de Whitney, além de trilhas sonoras e coletâneas nas quais a diva americana aparece.

Segundo as informações divulgadas, a gravadora está esperando o resultado da autópsia para iniciar o relançamento.

A notícia coincide com a queixa de vários internautas britânicos sobre o aumento do preço do álbum ‘The Ultimate Collection’ no iTunes. A revista ‘NME’ publicou que o álbum passou de 4,99 libras para 7,99 libras. EFE