Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morte de Cory Monteith soou alerta de heroína potente

Autoridades do Canadá chamaram atenção sobre a circulação de uma mistura letal da droga com o narcótico fentanyl nos arredores de Vancouver, onde o ator faleceu. Médico legista afirma que não havia indícios da substância no corpo do ator

A polícia da cidade de Abbotsford, subúrbio de Vancouver, emitiu um alerta, nesta quarta-feira, sobre a circulação de uma versão letal de heroína misturada ao narcótico fentanyl, utilizado como medicamento para controle da dor. O anúncio foi feito um dia depois de a autópsia de Cory Monteith, protagonista da série Glee, ter atribuído a morte do ator ao uso de heroína e álcool.

Leia também:

Ator de ‘Glee’ interpretou viciado em último filme

Famosos lamentam a morte de Cory Monteith, de ‘Glee’

“O departamento de polícia de Abbotsford observou um aumento preocupante no número de overdoses por heroína na comunidade”, diz a declaração do departamento policial de Abbotsford, segundo o site da revista The Hollywood Reporter. “Nossos oficiais conversaram com alguns indivíduos que se mostraram preocupados com a potência da heroína atualmente comprada, vendida e usada.” Logo após o alerta, o médico legista da província canadense British Columbia, que investigou a morte de Monteith, liberou um comunicado: “os exames toxicológicos não indicaram a presença da droga fentanyl”.

O ator de 31 anos foi encontrado morto no quarto do hotel Fairmont Pacific Rim, em Vancouver, no último sábado. Em março, Monteith foi internado em uma clínica de reabilitação para tratar seu vício em drogas, convencido por seus companheiros de elenco na série Glee.

Cremação – Segundo o site TMZ, o corpo do ator foi velado em uma cerimônia fechada para familiares que teve também a presença da namorada, a companheira de elenco de Glee Lea Michele, antes de ser cremado, nesta terça-feira. O pai de Monteith, divorciado da mãe do ator, Ann, não foi convidado e afirmou ao site que está “devastado”. “Sempre amei meus dois filhos e vou sentir muito a falta de Cory. Estou triste por não ter visto meu filho antes de ele ser cremado”, disse.

De acordo com o site, o corpo do ator foi liberado na noite desta terça e sua mãe decidiu fazer uma cerimônia apenas para Lea e para o irmão mais velho de Monteith, Shaun, no hospital em Vancouver.

Futuro de Glee – O TMZ também afirmou que os roteiristas de Glee se reuniram nesta quarta-feira para decidir como seguir com o seriado sem o protagonista Finn Hudson, que era interpretado por Monteith. “Glee não vai ser cancelada. É só olhar para a rentabilidade da atração e para as novas crianças que entraram para o elenco no ano passado. É claro que a série não era sobre um personagem só”, disse uma fonte próxima da produção do programa ao site.

O início das filmagens da quinta temporada da série estava marcado para o próximo mês, com estreia prevista para setembro.