Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morre Nancy, primeira mulher de Frank Sinatra

Ela conheceu o cantor ainda na adolescência e nunca o abandonou. Foi sua confidente e o apoiou quando a carreira dele passou por um leve período de declínio

Nancy, viúva do cantor americano Frank Sinatra morreu na sexta-feira, aos 101 anos de idade. As causas não foram reveladas, mas a filha do casal, que também se chama Nancy, usou as redes sociais para anunciar seu falecimento. “Minha mãe se foi de maneira pacífica”, escreveu ela no Twitter.

O casal se conheceu ainda na adolescência, em Hoboken, cidade do estado de Nova York, onde Nancy e Sinatra nasceram e cresceram. O casamento se deu em 1939, após cinco anos de namoro. Ela, que nasceu com o sobrenome Barbato, foi uma das maiores incentivadoras de sua carreira. Nancy costurou as roupas, que eram rasgadas pelas primeiras fãs, o acompanhou nas turnês que fazia ao lado do trompetista Harry James e suportou sua infidelidades quando se tornou o maior cantor dos Estados Unidos. Em 1951, contudo, ele a trocou pela diva de Hollywood Ava Gardner.

Mas Nancy nunca deixou o marido de lado. Sinatra a tinha como amiga e confidente. Ela o apoiou nas outras separações e quando sua carreira passou por um breve período de declínio. O cantor, por outro lado, nunca deixou de visitar a família. Nancy e Sinatra tiveram três filhos: Frank Sinatra Jr., que também virou cantor e morreu em 2016; Nancy Sinatra, que nos anos 1960 fez sucesso com a canção These Boots are Made for Walking, e Tina Sinatra, produtora de cinema. Nancy foi uma amiga fiel até a morte do ex-marido, em 1998. Quando perguntada por que nunca se casou de novo, ela simplesmente respondia: “Casar com quem, depois de Sinatra?”