Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morre Henry Hill, o mafioso que inspirou Martin Scorsese

O ex-mafioso e informante Henry Hill, cuja vida foi imortalizada no filme de Martin Scorsese “Os bons companheiros”, morreu na terça-feira em Los Angeles, aos 69 anos.

O mafioso nascido no Brooklyn (Nova York) morreu num hospital depois de sofrer uma longa doença que não foi especificada, informou sua namorada, identificada apenas como Lisa, ao site de celebridades TMZ. “Seu coração se rendeu”, explicou.

O ator Ray Liotta representou Hill no filme de 1990 de Scorsese, cujo roteiro se baseou no livro biográfico “Wiseguy”, do repórter Nicholas Pileggi.

“Apesar de interpretar Henry Hill, só o vi algumas vezes e não posso dizer que o tenha conhecido, mas sei que teve uma vida complicada”, comentou Liotta em um comunicado enviado à AFP, no qual também desejou pêsames à família.

Hill participou num roubo de 5 milhões de dólares da Lufthansa, no aeroporto John F. Kennedy de Nova York, em 1978. Foi detido em 1980 por narcotráfico e virou informante do FBI. Seu testemunho ajudou a prender vários membros da família Lucchese.

Depois de deixar a prisão, o ex-mafioso passou a comparecer com frequência no programa de entrevistas de Howard Stern.