Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Modelos consagrados de tênis ganham (caríssimas) versões pop

Videogames, desenhos animados e até séries de TV já serviram de tema para as releituras

Foi-se o tempo em que apenas os melhores atletas do mundo ganhavam das empresas de material esportivo modelos exclusivos de calçado com a própria assinatura. As principais marcas perceberam recentemente que poderão faturar muito mais se introduzirem em suas criações outras referências do universo pop. Já foram usados como tema na confecção dos sneakers — nome pelo qual são conhecidas as edições limitadas dos tênis — séries de TV como Stranger Things, desenhos animados como Dragon Ball Z e Bob Esponja, e até consoles de videogame como o PlayStation, da Sony.

É justamente a fusão de elementos do mundo do entretenimento, a chamada “colaboração”, que faz a cabeça (e o bolso) dos jovens pirar. Foi assim com uma das mais recentes versões do Air Jordan 1, da Nike. Levado às prateleiras como uma homenagem ao número 1 do basquete de todos os tempos, Michael Jordan (à época apenas uma estrela em ascensão), o tênis de cano alto foi relançado diversas vezes desde 1985. Uma das mais famosas releituras foi assinada por uma das grifes mais quentes do mercado de streetwear: a Off-White. Seu criador, Virgil Abloh, é de Chicago, cidade que abrigou a maior parte da carreira de Jordan na NBA. Comercializada desde 2017 ao preço original de 190 dólares, essa versão, repleta de penduricalhos exclusivos (veja o quadro abaixo), sumiu das lojas num piscar de olhos. Hoje, o Air Jordan da Off-White pode ser encontrado apenas nos pés de celebridades — o rapper canadense Drake ganhou um par de presente de Abloh — ou em sites de revenda a preços, é claro, exorbitantes.

Publicado em VEJA de 16 de outubro de 2019, edição nº 2656