Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Modelo apelidado de Ken humano morre aos 21 anos

Celso Santebañes lutava contra uma leucemia desde janeiro e planejava uma autobiografia sobre o tratamento

O modelo Celso Santebañes, apelidado de Ken humano, morreu na tarde desta quinta-feira devido a uma pneumonia, complicação causada pelo tratamento de câncer. O jovem lutava contra uma leucemia linfóide aguda philadelphia positivo há cinco meses, e estava internado desde o dia 26 de maio no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia.

Na manhã desta quinta, o boletim divulgado pelo hospital dizia que o modelo tinha apresentado uma piora respiratória nas últimas 48 horas, decorrência de uma pneumonia bacteriana. O jovem foi sedado, colocado em coma induzido e respirava com auxilio de ventilação mecânica.

Natural de Araxá, interior de Minas Gerais, Santebañes recebeu o diagnóstico de leucemia em janeiro, quando decidiu investigar uma possível inflamação parecida com a de Andressa Urach. A modelo e vice-miss bumbum sofreu complicações pelo uso de hidrogel nas pernas e nádegas. Celso logo foi internado para o tratamento e costumeiramente postava fotos no hospital em suas redes sociais. O quadro se agravou em fevereiro e ele ficou em coma por quase um mês na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No início de abril, o jovem recebeu alta para receber tratamento em casa. Porém, voltou a ser internado na semana passada.

Leia também:

Andressa Urach e o preço da busca imprudente pela beleza

Imunoterapia cura 88% dos casos de leucemia, diz pesquisa

Santebañes ficou conhecido por passar por diversos tratamentos estéticos e cirurgias para ficar parecido com o boneco Ken, famoso namorado da Barbie, que lhe rendeu o apelido de Ken humano. Há uma semana, a última publicação do rapaz em sua conta no Instagram avisava de seus planos de lançar uma autobiografia, em que narraria sua luta contra o câncer.