Clique e assine a partir de 9,90/mês

Mocidade Alegre cativa o público com homenagem à BA

Por Da Redação - 19 Feb 2012, 01h30

Terceira escola a desfilar na segunda noite de Carnaval em São Paulo, a Mocidade Alegre criou um enredo baseado em Tenda dos Milagres, livro que era o favorito do escritor Jorge Amado. A homenagem tem como mote o centenário de nascimento do autor baiano.

Os carros alegóricos e as fantasias simbolizaram o sincretismo religioso na Bahia, com a mistura de elementos do catolicismo e do candomblé, além do mix entre portugueses e africanos.

Com o título Ojuobá – No Céu, os Olhos o Rei… Na Terra, a Morada dos Milagres… No Coração, um Obá Muito Amado!, a escola trouxe representações de divindades do candomblé e da conquista, por parte do negro, de espaço na cultura nacional.

O ator Cássio Scapin, conhecido por seu papel como Nino no programa Castelo Rá Tim Bum, desfilou em uma das alegorias como senhor de engenho.

Publicidade