Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Moacyr Franco sobre demissão do SBT: ‘Salário era insignificante’

Ator afirmou que 'estranhou' a decisão da emissora, que está cortando custos, e revelou quanto ganhava: 40.000 reais

O ator e humorista Moacyr Franco confirmou nesta quarta-feira que foi demitido do SBT. Em um vídeo divulgado em seu canal no YouTube, o ator comentou que a dispensa se deu por corte de custos da emissora de Silvio Santos. “Estranhei um pouquinho, porque meu salário era tão insignificante. Mas se é para colaborar, vamos nós”, disse.

O ator contou que teve seu salário reduzido há cinco ou seis anos. “Fiquei só com 30%, concordei, porque a gente tem que jogar junto”, afirmou. “Brinquei na hora em que me disseram que eu estava fora que eles me contrataram como chefe de cozinha e estavam me usando como lenha. Eu estava muito longe de tudo o que eu podia fazer na casa. Quanto ao salário, não tenho nem como aceitar a brincadeira de que meu salário comprometia o salário dos colegas. Eu ganhava 40.000 reais. É um salário de quem quer trabalhar de qualquer forma.”

O apresentador brincou: “Torço muito para que meus 40.000 reais salvem a economia da emissora. Mas não tenho nada contra, volto quando eles quiserem. Já mandei vários projetos, continuo mandando. Tenho um seriado chamado Cracolândia e Crapulândia, tratando de política, outro que chama República Federativa do Bandido. Eu tenho esperança de que a gente faça algum dia alguma coisa juntos. Eu vou continuar trabalhando”. Franco disse que o SBT permitiu que ele continue como jurado no Programa Raul Gil. “Talvez pinte até um cachezinho.”

No vídeo, Franco também relembrou sua trajetória no SBT, que começou vinte anos atrás, com o programa Concurso de Paródias, e continuou com atrações como Ô… Coitado!, com Gorete Milagres, e A Praça É Nossa, onde ele estava até sua demissão. “O que era para ser uma coisa de alguns meses estava no ar há mais de dez anos”, disse sobre sua participação no humorístico comandado por Carlos Alberto de Nóbrega.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Paulo Santos

    40.000,00 reais insignificante ? Nem transformando em euro esse valor de salário mensal é insignificante. Quando se faz uma declaração tem que pensar. Quem sabe também se acha escravo como aquela senhora ministra ?

    Curtir

  2. Paulo : O que o Moacyr Franco quis dizer é : Os 40 mil que ele ganhava era insignificante para a folha de pagamento do SBT como um todo. Em nenhuma parte da reportagem ele desdenhou nem desprezou o que ele ganhava por mês.

    Curtir

  3. Fernando Mello

    bb

    Curtir

  4. Fernando Mello

    que bosta

    Curtir

  5. Fernando Mello

    esse site está um lixo

    Curtir

  6. Fernando Silva da Cruz

    SBT? Mas quem ainda perde tem tem assistindo esse lixo?

    Curtir

  7. Fernando Silva da Cruz

    SBT? Mas quem ainda perde tempo assistindo esse lixo?

    Curtir

  8. Museu De Artes…

    Curtir

  9. Fiz um comentário sobre a matéria no período vespertino e nada!

    Curtir

  10. Lúcio Jacomini

    O Moacir Franco disse que salário de 40.000,00 é insignificante.
    A Luislinda disse que salário de 60.000,00 é de escravo.
    O governo tinha aumentado meu benefício para 969,00 e eu tinha ficado contente,mas ele disse que esse valor poderia quebrar a Previdência e baixou o valor para 937,00,então eu fiquei feliz porque vou ajudar o Brasil a sair do buraco.

    Curtir