Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Millôr deve estar esperando por ele, e a nós resta a dor’

Celebridades e políticos lamentam a morte de João Ubaldo Ribeiro, nesta 6ª

Logo que a morte de João Ubaldo Ribeiro foi confirmada nesta sexta-feira, as redes sociais foram invadidas por mensagens homenageando o escritor – vítima de uma embolia pulmonar em sua casa, no Leblon, Zona Sul do Rio. A cantora Fafá de Belém foi uma das primeiras a se manifestar, pelo Instagram. “Acordei com a notícia da ‘partida’ de mais um amigo querido. Estou triste, João Ubaldo Ribeiro partiu nesta madrugada… Millôr deve estar esperando por ele, e a nós resta a dor, a lembrança e a a saudade. #luto”, escreveu. Para a também cantora Leci Brandão, “Ubaldo soube traduzir para a literatura a alma e os costumes do brasileiro”. Seu filho Bento Ribeiro, ator e ex-VJ da MTV, também se manifestou em seu perfil do Twitter. “Tchau meu pai. Foi cedo, vai fazer muita falta.”

Colega de profissão, Paulo Coelho exaltou o amigo, no Twitter: “‘Já cheguei à altura da vida em que tudo de bom era no meu tempo.’ Viva escritor e amigo João Ubaldo Ribeiro”. Também escritor, o deputado Gabriel se referiu a Ubaldo como “mestre da irreverência” que “conquistou seu lugar na história”. À Globonews, o jornalista Artur Xexéo e o escritor Zuenir Ventura se disseram surpresos com a notícia. “Ele era um grande contador de histórias”, elogiou Xexéo. “A última vez que eu o vi ele estava alegre, numa fase boa, com projetos”, lamentou Ventura – o mais cotado para ficar com a cadeira número 34, que era ocupada por Ubaldo na Academia Brasileira de Letras (ABL).

Leia também:

TODOPROSA: Viva João Ubaldo Ribeiro (1941-2014)

ABL decreta luto de três dias por morte de João Ubaldo

‘Formigas na rapadura’, um texto de João Ubaldo Ribeiro

Políticos – A presidente Dilma Roussef se manifestou por meio de uma nota de pesar. “A literatura brasileira perde um grande nome com a morte de João Ubaldo Ribeiro. Neste momento de dor, presto minha solidariedade aos familiares, amigos e leitores”. Em seu perfil no Facebook, o governador da Bahia, Jaques Wagner, declarou que as obras do escritor devem ajudar a superar a dor pela sua perda. “Sua crítica social muitas vezes incomodava, porém também apontava caminhos. Ubaldo é leitura essencial para quem quiser contribuir para a construção de uma sociedade melhor. Minhas condolências aos familiares e amigos.”

Também em comunicado oficial, a ministra da Cultura, Marta Suplicy, ressaltou que o escritor “possuía a sábia combinação de talento, profundidade e bom humor”. “Autor de clássicos de nossa literatura, dono de ironia fina e escrita prazerosa, sua obra premiada e reconhecida dentro e fora do Brasil alcançou outras linguagens como o cinema e a TV, ajudando a popularizar a literatura. Era um observador perspicaz de nosso país e da humanidade como um todo. A cultura brasileira perde um de seus grandes. A todos os familiares e leitores, expressamos nossos mais sinceros sentimentos”.

Obrigado a todos pelas msgs Tchau meu pai. Foi cedo, vai fazer muita falta

– Bento Ribeiro (@bentomribeiro) July 18, 2014

“Já cheguei à altura da vida em que tudo de bom era no meu tempo” Viva escritor e amigo João Ubaldo Ribeiro (1941- 18/7/2014)

– Paulo Coelho (@paulocoelho) 18 julho 2014

João Ubaldo Ribeiro deixa uma obra que retrata o seu olhar irreverente sobre a vida. Sempre disse o que pensava e debochou de tudo que quis.

– Bruna Lombardi (@LombardiBruna) 18 julho 2014

João Ubaldo foi fundamental para divulgar a identidade da nossa terra e, principalmente, de sua Itaparica, no Brasil e no mundo.

– ACM Neto (@acmneto_) 18 julho 2014

Marta Suplicy lamenta o falecimento de João Ubaldo Ribeiro: “A cultura brasileira perde um de seus grandes” http://t.co/Ql9oVESJNB #Luto

– Marta Suplicy (@MartaSuplicy_) 18 julho 2014