Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Michel Teló passa de 100 milhões de acessos no Youtube com ‘Ai, se Eu te Pego’

Mais uma marca para o sertanejo Michel Teló, apontado pela Forbes como um fenômeno da música brasileira no exterior. Sucesso de vendas na Espanha, em Portugal e na Itália, onde alcançou a liderança entre os downloads pagos, e também na Suíça, em Luxemburgo e na Holanda, o hit Ai, se Eu te Pego passou de 100 milhões de visualizações no Youtube. Mais precisamente, às 13h50 desta quinta-feira, ele havia sido exibido 103.473.202 de vezes.

O número pode ser conferido na página de buscas do Youtube – onde aliás aparecem diversas cópias do clipe, que, juntas, representam outros milhões de exibições de Teló. Na própria página do vídeo, no entanto, o contador está travado desde esta quarta no número 99.983.125. De acordo com a assessoria do Google, empresa dona do Youtube, isso acontece porque o contador demora a ser atualizado, já que precisa receber dados dos vários servidores do site.

O sucesso do cantor Michel Teló no Brasil e em países da Europa, onde lidera as paradas de sucesso à frente de artistas como Adele e Coldplay, tem empolgado fãs, mas também despertado a fúria de detratores – aqueles que já não aguentam ouvir música sertaneja ou canções que, de tão grudentas, parecem feitas sob medida para sessões de lobotomia. Nas redes sociais, pipocam críticas ao intérprete de Ai, se Eu te Pego.

Num texto que tanto afaga quanto apedreja, publicado nesta quarta-feira, o tecladista Bruno Medina disse se identificar com o assédio que Teló enfrenta, já que a sua banda, Los Hermanos, estourou com um hit de verão, Anna Júlia. Por outro lado, o músico, que diz ter passado o fim de ano com o sucesso do sertanejo na cabeça, pede “por favor” que, caso ele venha a ter um segundo sucesso, “considere não criar dancinha”.