Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Michael Jackson era virgem, diz ex-editor da ‘Rolling Stone’

De acordo com jornalista, que fez nova biografia do astro pop, ele foi infeliz no amor. Livro sai no Brasil em 2013 pelo selo Paralela, da Companhia das Letras

O jornalista Randall Sullivan acredita que Michael Jackson morreu virgem, aos 50 anos. A informação está no livro Untouchable que ele acaba de lançar nos Estados Unidos. A obra conta a história de vida do astro pop, além de fornecer detalhes sobre sua morte e a disputa de integrantes da família Jackson por sua herança milionária. Os direitos da biografia foram adquiridos pelo selo Paralela da editora Companhia das Letras e o lançamento está previsto para 2013.

LEIA TAMBÉM:

LEIA TAMBÉM: Efeito morte: casa de Michael Jackson é vendida abaixo do preço

De acordo com trechos do livro publicados pelo jornal The New York Times, Sullivan retrata o músico como uma pessoa solitária e infeliz nos assuntos do coração, para embasar sua teoria de que Michael é inocente das acusações de ter molestado sexualmente um menino de 13 anos.

Ao NYT, o biógrafo também relata trechos de uma entrevista com Kenny Ortega, diretor da turnê This Is It, que não chegou a acontecer. Na conversa, ele diz que os shows representavam para Michael a possibilidade de recuperar a dignidade artística, além de estabilizar suas finanças.