Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Menina-fantasma defende Silvio Santos em ‘Carrossel’

Em sua estreia nas telenovelas, Anna Lyvia Padilha recita texto que justifica a pegadinha do programa do patrão: 'Enquanto assombro uns, faço outros rirem'

Reveleção do ano no SBT — e talvez em toda a TV brasileira –, a menina-fantasma Anna Lyvia Padilha não vai precisar esperar pela chegada de Chiquititas para estrear nas telenovelas. No dia 3 de janeiro, vai ao ar uma cena em que Anna Lyvia aparece com a sua única, mas já famosa personagem, a menina-fantasma da pegadinha do programa Silvio Santos.

LEIA TAMBÉM:

LEIA TAMBÉM: Menina-fantasma ganha ‘aviãozinho’ de Silvio Santos

Menina-fantasma aparece em vinheta de fim de ano do SBT

A própria pegadinha estará dentro da cena, que defenderá a brincadeira, acusada por muitos de pôr em risco a saúde dos participantes. Apropriadamente instalados em uma casa mal assombrada, Kokimoto (Matheus Ueta), Alícia (Fernanda Concon), Bibi (Vitória Diniz) e Carmen (Stefany Vaz) estão assistindo ao quadro em um tablet — quando a primeira Maria Joaquina sonharia com isso? É então que surgem ruídos pela casa, e em seguida aparece a teneborsa menina-fantasma, saída de uma passagem secreta.

Os alunos da Escola Mundial gritam e pensam em dar no pé, mas Alícia sugere fazer contato com a assombração. E é a fantasma quem acaba berrando, antes de dizer que os estudantes não precisam ter medo dela, que é igual a eles.

A cena ainda terá uma justificativa aos que criticaram Silvio Santos pelo quadro, sem dúvida arriscado para quem tem problemas cardíacos. Ao ouvir a menina-fantasma dizer que não mora no elevador, só vai lá porque gosta de assustar as pessoas, Bibi tenta passar uma lição de moral, argumentando que isso não é legal. E leva outra: a menina-fantasma solta um lindo discurso, dizendo que, enquanto assombra a uns, faz outros rirem.