Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Os melhores gastrobares da cidade

As seis casas abaixo integram a última edição do guia VEJA COMER & BEBER BELO HORIZONTE 2018/2019

Birosca S2

A chef Bruna Martins propõe menus sazonais. Para o friozinho do outono/inverno, vale começar pela porção “senta que lá vem história”, uma combinação de três petiscos: bolinhos de arroz com cenoura e queijo, rolinho primavera mineiro (carne, queijo e couve) e polentinha com ragu de cogumelos (R$ 54,00). A refeição pode seguir com um nhoque com polvo e terminar com uma cheesecake de doce de leite com massa de paçoca e calda de pudim (R$ 21,00). Rua Silvianópolis, 483, Santa Tereza (110 lugares), ☎ 2551-8310. 18h30/0h (fecha dom. e seg.). Aberto em 2013.

Borracharia Gastrobar

Da cozinha da casa, que traz no decór objetos de uma borracharia e fica ao lado de um posto de gasolina, saem receitas como a tilápia crocante com limão e aïoli (R$ 42,00). A costela de boi braseada no vinho tinto (R$ 94,00) vem acompanhada de cebola assada, farofa cítrica e arroz com alho. De terça a quinta até as 23h, o chope Krug Bier pilsen tem o preço promocional de R$ 3,50. Avenida Afonso Pena, 4321, Serra (60 lugares), ☎ 2127-4321. 12h/23h30 (sáb., dom. e feriados 12h/18h; seg. só almoço 12h/15h). Aberto em 2011.

Nicolau Bar da Esquina

Leo Paixão, eleito o chef do ano nesta edição (leia na pág. 58), é quem comanda a cozinha do local recém-inaugurado em uma casa de fachada tombada. Ali, Paixão propõe uma cozinha mineira simples, na qual aparecem sugestões como o torresmo de barriga de porco servido com caramelo de missô (R$ 31,00), a porção de pastéis de moqueca de camarão (R$ 27,00) e o hambúrguer artesanal do estabelecimento, que leva requeijão, rúcula e cebola caramelada (R$ 29,00). O bar tem ainda cerveja própria, a pale ale Wäls Nicolau Especial (R$ 10,00). Rua Pouso Alegre, 2217, Horto (190 lugares), ☎ 3318-6970. 18h/0h (sáb. 12h/0h; dom. 12h/18h, fecha seg.). Aberto em 2018.

The House Food & Fun

Possui vários ambientes, repletos de espaços temáticos inspirados em filmes, séries e games. À mesa, vale pedir o ceviche de peixe branco (R$ 42,00) com chips de batatadoce e o raymond’s prime, uma porção de 500 gramas de prime rib de boi red angus servida com dois acompanhamentos (R$ 99,00). Na carta de drinques, figura o violet (vodca, uva macerada e blueberry, R$ 27,00). Avenida do Contorno, 5727, Funcionários (190 lugares), ☎ 2510-1122. 18h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. 12h/16h30; fecha seg.). Aberto em 2018.

Wäls Gastropub

O espaço conta com quinze torneiras, das quais saem chopes como o session haze (R$ 13,90). No estilo session IPA e com apenas 4% de álcool, ele tem uma carga elevada de lúpulo e possui aroma característico. Um clássico, o chope pilsen tradicional também está na carta (R$ 8,90). Para petiscar, a especialidade são as carnes, como o schnitzel, pernil de lombo empanado no panko e na farinha de malte. Acompanhado de batatas fritas, molho de cerveja e limão-siciliano queimado, o prato sai a R$ 36,00. Rua Levindo Lopes, 358, Savassi (150 lugares), ☎ 35825628. 11h30/14h30 e 18h/0h (sex. 11h30/2h; sáb. 12h/2h; fecha dom.). Aberto em 2015.

Zé Trindade

O chef Fred Trindade, dono do restaurante Trindade, decidiu reabrir este que foi, dez anos atrás, seu primeiro empreendimento gastronômico. Além de oferecer a tradicional porção de coxinha de rabada (R$ 30,00), ele prepara novidades como a porção de dadinhos de tapioca (R$ 28,00) e as pataniscas de bacalhau recheadas de requeijão de rapa (R$ 20,00, com três unidades). A cerveja artesanal Backer Belorizontina pilsen custa R$ 15,00. Rua Halley, 777, São Bento (120 lugares), ☎ 2531-2168. 18h/23h (sáb. 12h/23h; dom. 12h/17h). Aberto em 2018.

+ CAMPEÕES: Confira os melhores endereços gastronômicos de BH