Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marina Abramovic já faz planos para seu funeral: ‘Minha última performance’

A artista quer corpos falsos enterrados nas cidades em que ela passou ao longo de sua vida, além da cantora transgênero Antony Hegarty executando a música 'I DId It My Way'

A artista sérvia Marina Abramovic está planejando seu funeral como um megaevento performático em três cidades. De acordo com o site do jornal britânico The Guardian, a artista já definiu o roteiro: vai mostrar seu último trabalho, terá uma apresentação da cantora transgênero inglesa Antony Hegarty, os convidados deverão usar roupas coloridas e devem abusar do humor. O evento, contudo, pode demorar, já que Marina está com 68 anos e em boa forma.

LEIA TAMBÉM:

Marina Abramovic quer fazer São Paulo transcender

Marina Abramovic afirma ter sido usada por Jay Z

Em discurso feito em Sydney, Austrália, onde esteve para o encontro Kaldor Public Art Projects, em que apresentou uma performance de 7 dias entre 24 de junho e 05 de julho, a artista leu o seu manifesto em que conclui que “o artista deve morrer conscientemente e sem medo” e que “o funeral do artista é a sua última performance”.

“Eu quero ter três Marinas”, disse, quando um membro da plateia perguntou mais detalhes, segundo o Guardian. “Claro, uma real e duas falsas, porque você não pode ter três corpos. Mas eu quero que essas três Marinas sejam enterradas nas três cidades em que eu vivi mais tempo, Belgrado, Amsterdam e Nova York. Ninguém vai saber onde o corpo real foi enterrado”, acrescentou.

A sérvia diz que se sentiu motivada a pensar sobre o assunto no funeral de sua amiga, Susan Sontag, em 2004, no cemitério de Paris. “Foi o mais triste a que já fui e ela era um dos maiores seres humanos que conheci. Voltei Para Nova York e disse ao advogado como queria que fosse o meu. Já tenho todo o roteiro do que deve acontecer”, contou.

(Da redação)