Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Marido de Caroline Bittencourt é indiciado por homicídio culposo

Modelo morreu aos 37 anos em abril, ao cair no mar após a embarcação em que estava com Jorge Sestini ser atingida por um vendaval no litoral norte de SP

Por Redação - Atualizado em 17 ago 2019, 16h29 - Publicado em 17 ago 2019, 16h26

A Polícia Civil encerrou nesta sexta-feira 16 o inquérito sobre a morte da modelo Caroline Bittencourt, decidindo por indiciar o marido dela, o empresário Jorge Sestini, por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

O documento foi encaminhado para o Ministério Público. Caso o MP ofereça denúncia contra Sestini, ele responderá judicialmente pela morte de Caroline. A pena por homicídio culposo é de 1 a 3 anos de detenção.

Caroline morreu aos 37 anos em 28 de abril, na região de São Sebastião, litoral norte de São Paulo. Ela estava em uma embarcação com o marido quando o casal foi surpreendido por um vendaval. A modelo caiu no mar e Sestini deixou a lancha em busca da mulher, mas não conseguiu encontrá-la. O empresário foi resgatado do mar com vida e a Marinha e o Corpo de Bombeiros iniciaram uma busca por Caroline. O corpo da modelo foi localizado na tarde seguinte.

O delegado responsável pelo caso, Vanderlei Pagliarini, acredita que Sestini, que pilotava a embarcação, agiu de maneira imprudente. Em depoimento, o dono da marina onde ficava a embarcação de Sestini, Leonildo de Oliveira, afirmou que alertou o empresário sobre as condições climáticas do dia em que o casal usava a embarcação.

Publicidade

Caroline nasceu em 13 de dezembro de 1981, em São Paulo. Como modelo, trabalhou com estilistas como Valentino Garavani e Roberto Cavalli. Também trabalhou na televisão, como repórter do programa Top Report, da RedeTV! e à frente do quadro Sete Segredos, do Hoje em Dia, da Record.

Caroline se casou com Sestini em janeiro, em cerimônia em São Miguel dos Milagres (AL). Ela era mãe de uma adolescente, Isabelle Bittencourt, fruto de um relacionamento anterior.

Publicidade