Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Maria Bethânia é denunciada por porte ilegal de arma

Revólver registrado em nome da cantora foi encontrado com vigia. Documento não dá direito ao porte ou ao trânsito da arma

O Ministério Público denunciou a cantora Maria Bethânia à Justiça por porte ilegal de arma. Um revólver calibre 38 registrado em seu nome foi apreendido há um mês com o vigia de sua residência, Adevan Barbosa Lourenço. O documento de registro da arma não dá a Bethânia o direito de portá-la. Também é proibido que o revólver seja transportado por ela ou qualquer outra pessoa.

O segurança foi preso em flagrante por policiais militares por estar sem a documentação referente à arma. Também denunciado pelo crime de porte ilegal, ele foi levado à delegacia do Leblon e só foi liberado depois do pagamento de fiança e da apresentação do registro da arma por uma assessora de Maria Bethânia.

Tanto a cantora quanto o vigia podem pegar de dois a quatro anos de prisão e multa, conforme o artigo 14 do Estatuto do Desarmamento. Ainda será investigado se a cantora cedeu ou não a arma ao vigilante. Se ficar comprovado que Bethânia não entregou o revólver, a denúncia contra ela será arquivada.

LEIA TAMBÉM:

Segura o tchan: Caetano recebe Carla Perez de cueca

A casa de Bethânia fica em São Conrado, bairro nobre da Zona Sul do Rio que concentra condomínios e imóveis de alto padrão; diante delas, é comum a presença de vigias armados. Bethânia vive no mesmo imóvel há 40 anos, período em que a segurança no bairro, no qual se localiza a favela da Rocinha, se deteriorou.

A assessoria de imprensa da cantora informou que ela ainda não foi notificada sobre o caso, e que, por isso, não iria se pronunciar sobre o assunto.

(Com Estadão Conteúdo)