Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marc Jacobs anuncia saída da Louis Vuitton após 16 anos

Depois de quase duas décadas à frente da Vuitton, Jacobs deixa a lembrança da espetacularidade de desfiles que lhe colocam em um patamar compartilhado por Karl Lagerfeld, na Chanel, ou por John Galliano em sua passagem pela Dior

O estilista americano Marc Jacobs, diretor artístico da Louis Vuitton há 16 anos, anunciou nesta quarta-feira que não renovará seu contrato com a famosa grife francesa, confirmando assim os rumores de sua saída a partir de outubro. A notícia chegou ao término do desfile de sua coleção prêt-à-porter feminina na Semana da Moda de Paris, realizada no Museu do Louvre.

LEIA TAMBÉM:

Três perguntas para a top Alessandra Ambrósio

O dono do grupo LVMH, Bernard Arnault, confirmou a saída do estilista e pôs fim às especulações que se arrastavam há várias semanas, apontando que Jacobs não renovaria com a Louis Vuitton para se concentrar em sua própria marca, que se prepara para estrear na bolsa de valores. A marca de Jacobs pertence, em conjunto, a LVMH, Robert Duffy e ao estilista.

O sucessor de Marc Jacobs ainda não foi anunciado, mas o nome mais cogitado é o de Nicolas Ghesquière, que deixou a Balenciaga (grupo Kering) em novembro de 2012, após 15 anos de colaboração.

Depois de quase duas décadas à frente da Vuitton, Jacobs deixa a lembrança da espetacularidade de desfiles que lhe colocam em um patamar compartilhado por Karl Lagerfeld, na Chanel, ou por John Galliano em sua passagem pela Dior.

(Com agência EFE)