Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mangueira mostra suas armas contra a falta de dinheiro

Em fim de semana lotado de famosos na folia, ensaio da verde-e-rosa contagia público no Sambódromo. Mas presidente fala demais e ganha vaias

Responsável por fechar os ensaios técnicos deste fim de semana no Sambódromo do Rio de Janeiro, a Estação Primeira de Mangueira mostrou sua estratégia para o Carnaval 2011. Para compensar o difícil momento financeiro que atravessa, a agremiação, que este ano vai homenagear o compositor Nelson Cavaquinho, afiou a performance nos quesitos mais fundamentais de uma escola de samba – aqueles que não requerem altos investimentos, e garantem pontos preciosos no desfile. É o caso do casal de mestre-sala e porta-bandeira, Raphael e Marcella Alves, da respeitada Bateria Surdo Um e do canto dos intérpretes e dos componentes, que foram os pontos fortes da apresentação da Mangueira, na noite deste domingo.

Um bom desempenho nesses quesitos pode reduzir o impacto de uma possível falta de luxo em fantasias e alegorias, que ficam a cargo dos carnavalescos Mauro Quintaes e Wagner Gonçalves. Já a rainha de bateria Renata Santos, que não recebe nota dos jurados, não tem com o quese preocupar. A moça deu mais uma aula de como brilhar à frente dos ritmistas, uma atuação digna de nota 10. Ex-dona do trono mangueirense, Gracyanne Barbosa, que este ano desfilará na escola como musa, também marcou presença no treino, exibindo o corpo malhado. O público que lotou as arquibancadas da Marquês de Sapucaí aplaudiu a escola e cantou o samba.

PAC 2 e vaias – Mas nem tudo foram flores no ensaio da verde-e-rosa. Quando o quesito política entrou em cena, a direção da escola saiu do ritmo. O presidente Ivo Meirelles resolveu aproveitar a visibilidade dos ensaios técnicos para falar em nome dos moradores do Morro da Mangueira, e acabou sendo vaiado pelos setores 1 e 3 ao discursar, momentos antes da escola entrar na Avenida. O dirigente reivindicou uma nova quadra para escola, apesar da atual, o Palácio do Samba, ser considerada uma das melhores da cidade. “Vem aí o PAC 2. A Mangueira não quer teleférico, quer uma quadra nova para atender a comunidade. Naquele prédio abandonado do IBGE (localizado a poucos metros do Palácio do Samba) precisa ser instalado o sonho da Mangueira – disse Ivo, que levou uma maquete para a Avenida agradecendo à presidente Dilma Rousseff, ao governador Sérgio Cabral e ao prefeito Eduardo Paes por “tornar possível o sonho mangueirense”. A prefeitura do Rio, através de sua assessoria, informou desconhecer o projeto de uma nova quadra para a Mangueira.

Famosos caem no samba – Neste fim de semana, também ensaiaram no Sambódromo outras quatro agremiações: União da Ilha, São Clemente, Mocidade Independente de Padre Miguel e Estácio de Sá – esta última do Grupo de Acesso. O mais emocionante foi o ensaio da União da Ilha, uma das escolas atingidas pelo incêndio na Cidade do Samba. Em sua primeira apresentação após a tragédia que destruiu 2.400 fantasias guardadas no barracão, a escola contou com o apoio dos amantes do carnaval, sejam eles anônimos ou famosos. O ator Alexandre Borges, que faz sucesso no papel do estilista Jacques Leclair na novela “Ti-Ti-Ti”, fez questão de participar da Ilha, num gesto de solidariedade à escola.

As quadras da cidade também estiveram movimentadas. Foi na quadra da Estácio de Sá que, na sexta-feira, o jogador Ronaldinho Gaúcho se envolveu uma confusão. Seguranças do craque agrediram e confiscaram o equipamento do fotógrafo de uma agência. O objetivo era evitar que fossem divulgadas fotos de Ronaldinho ao lado da rainha de bateria da escola, Shayene Cesário. No entanto, outro fotógrafo da mesma agência conseguiu registrar a cena sem ser percebido.

No sábado, a ex-BBB Ariadna visitou a quadra do Salgueiro, na Tijuca, zona Norte. A transexual caiu no samba, acenou para o público, subiu no palco, e ainda foi vista trocando beijos empolgados com o namorado Gabriel. No mesmo dia, outro ex-BBB 11, Rodrigão, deu as caras no ensaio da Grande Rio no Clube Monte Líbano, na Lagoa, zona Sul.