Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Maitê Proença rejeita candidatura à Academia Brasileira de Letras

Três acadêmicos ligaram para a atriz pedindo que ela se candidatasse à vaga de Ivo Pitanguy, morto em 6 de agosto

Não vai ser desta vez que a Academia Brasileira de Letras (ABL) vai contar com uma global no seu chá da tarde. Com seis livros publicados e um bumbum que, ela afirma, se garante sem dublê, a atriz Maitê Proença havia sido convidada por três integrantes da ABL para se candidatar à vaga do cirurgião plástico Ivo Pitanguy, morto no último 6 de agosto. Maitê, no entanto, recusou.

LEIA TAMBÉM:
Maitê Proença pode assumir uma cadeira na ABL
Após episódio de dublê, Maitê Proença provoca: ‘Tenho bumbum’

A recusa foi um gesto elegante: com ela, Maitê abre espaço para que o poeta e compositor Antonio Cicero, irmão da cantora e compositora Marina Lima, tente mais uma vez se sagrar um imortal. Foi o que a atriz disse em seu perfil no Facebook, onde lembrou que, de fato, tinha uma relação muito especial, íntima, com Pitanguy, mas que não tentará substituí-lo na ABL.

“Sim, tenho seis livros publicados. Três acadêmicos escreveram elogiosamente a respeito dessas obras. Carlos Heitor Cony, Alberto Costa e Silva e Antonio Torres estão nos prefácios e nas capas de meus livros. Escrevi também três peças de teatro que foram encenadas com sucesso, sendo que duas receberam prêmios importantes, inclusive pela autoria. Fui amiga pessoal de Ivo Pitanguy”, escreveu. “Quando pousei no Rio para me tornar atriz, garota, viajante, recém-chegada da Índia, era vista por alguns como uma hippie aventureira que pouco sabia de meu ofício. Pitanguy enxergou além. Foi a primeira pessoa notável a me dar aval. Junto com Marilu e os filhos, Ivo me acolheu na intimidade de sua família e o gesto foi de imenso valor para a menina vulnerável de outrora. No convívio com ele, ao longo dos anos, houve incontáveis momentos marcantes para a mulher que me tornei. Mas, apesar desses fatos, e do apelo de alguns amigos da ABL que prefiro não nomear, não me candidatarei à vaga do professor. Tenho grande apreço por Antonio Cicero e, como ele pretende se apresentar pela segunda vez, não quero atrapalhar suas, mais que legítimas, pretensões. A não inscrição fica como minha humilde homenagem ao trabalho de Antonio Cícero como poeta e filósofo. Salve!”

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Aloisio Barros

    Isso Maitê, você ainda tá muito nova pra entra naquele mausoléu.

    Curtir

  2. Nilton Castro

    Texto emocionante!

    Curtir

  3. 6 “livros” = Imortal?!… Acho o país está sendo tomado por gênios instantâneos. Tem um certo ex-METALÚRGICO sem abc que JURA que o filho é gênio. Deve ser, porque há poucos dias o moleque limpava bosta de elefante no zoológico e agora é milionário.

    Curtir

  4. kkkkkkkk ou snif snif snif

    Curtir

  5. Ainda bem….

    Curtir