Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Madri abre pela 1ª vez calendário internacional de desfiles de moda

Madri, 25 jan (EFE).- A passarela da moda de Madri, com seu novo nome – Mercedes-Benz Fashion Week Madri (MBFWM) -, abrirá a partir do dia 1º de fevereiro o calendário do circuito internacional de desfiles ficando, pela primeira vez, à frente de Nova York, Londres, Milão e Paris.

‘O calendário foi antecipado em duas semanas, uma decisão tomada junto com a Associação de Criadores de Moda Espanhola (ACME), para não coincidirmos com outras passarelas, além de atrair a atenção do mundo anglo-saxão’, explicou nesta quarta-feira em entrevista coletiva o presidente-executivo da Instituição de Feiras de Madri (Ifema), Luis Eduardo Cortés, durante a apresentação do evento.

A alteração da data dos desfiles se soma à grande novidade da mudança de nome. Após assinar há alguns meses um acordo com a empresa automotiva alemã, a passarela de Madri substituiu seu nome Cibeles Madri Fashion Week por Mercedes-Benz Fashion Week Madri.

‘Dessa maneira, nossa passarela fixa sua situação, ganha uma maior imagem internacional e se coloca ao lado de desfiles internacionais de grande prestígio como os de Nova York e Berlim’, frisou Cortés.

Roberto Verino será o responsável de abrir os desfiles. No primeiro dia também estarão Jesús del Pozo, Francis Montesinos, Duyos, Devota&Lomba, Victorio&Lucchino, Agatha Ruiz de la Prada e Elisa Palomino.

No segundo será a vez da grife de lingerie Andrés Sardá, que comemora seu 50º aniversário, Ailanto, AA de Amaya Arzuaga, o argentino Roberto Torretta, Juanjo Oliva, Ángel Schlesser, Miguel Palacio e Lemoniez.

David Delfin, Teresa Helbig, Hannibal Laguna, Ion Fiz, Juana Martín, Ana Locking, Kina Fernández e Aristocrazy mostrarão suas coleções no terceiro dia.

Maya Hansen, Martín Lamothe, Sita Murt, Carlos Díez, María Escoté, Sara Coleman, María Barros, Jesús Lorenzo e Miguel Marinero, criadores que não fazem parte da ACME, exibirão seus trabalhos no dia 4 de fevereiro.

No quinto e último dia da passarela de Madri, os novatos mostrarão seu trabalho no EGO, ‘plataforma pela qual já passaram 86 estilistas’, concluiu Cortés. EFE