Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lindsay Lohan escapa da rehab e viola condicional

Promotor diz que atriz passou apenas alguns minutos em clínica

A atriz Lindsay Lohan violou sua liberdade condicional ao abandonar nesta quinta-feira a clínica de reabilitação em Newport Beach, na Califórnia, onde deveria começar no mesmo dia um período de 90 dias de tratamento, informou o promotor do caso. Mark Heller, advogado da atriz, disse ao juiz James Dabney, do condado de Los Angeles, que sua cliente iniciou o tratamento na manhã desta quinta-feira no centro Morningside Recovery.

No entanto, Terry White, promotor da cidade de Santa Monica, assegurou que ela passou apenas alguns minutos na clínica e deixou o local. “Lohan violou os termos de sua liberdade condicional, isso está claro”, indicou White, segundo o jornal Los Angeles Times. O promotor também disse desconhecer onde a artista se encontra.

Lindsay deveria dar entrada em uma clínica no estado de Nova York, onde mora, mas mudou de ideia pois lá não é permitido fumar. Ela escolheu, então, o centro em Newport Beach, ao sul de Los Angeles. O juiz James Dabney aceitou a mudança solicitada pelo advogado dela, afirmando que “parecia cumprir” o que pediam os promotores.

Leia também:

Lindsay a David Letterman: ‘A gente cresce, amadurece’

Linsay e Sheen, casal-encrenca de Hollywood, se encontra em première

No início de abril, a atriz assegurou que era “uma bênção” submeter-se a um tratamento para reabilitar-se de sua dependência em álcool e drogas, porque ‘é uma oportunidade’ de concentrar-se no que mais ama, o seu trabalho. Em março, Lindsay evitou ser presa após concordar com o pedido das autoridades de submeter-se a um novo tratamento de reabilitação em uma clínica durante três meses.

Lindsay chegou a essa situação após enganar a polícia em um acidente de trânsito em que se viu envolvida em junho de 2012, quando se encontrava em liberdade condicional por um furto cometido em 2011. A atriz evitou assim uma possível condenação a 180 dias de prisão dada a sua reincidência.

O álcool e seus problemas ao volante são um denominador comum nas “aventuras” de Lindsay, que em 2005, quando ainda era menor de idade, já assistia a reuniões dos Alcoólicos Anônimos e admitia padecer de bulimia e consumir drogas. Em agosto de 2007, a atriz se declarou culpada de cinco acusações por dirigir embriagada e posse de drogas, e acabou condenada a quatro dias de prisão, mas sua pena foi reduzida por um acordo judicial e Linsay não passou nenhuma noite atrás das grades.

(Com agência EFE)