Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lily Allen diz que feminismo não precisa mais existir

As mulheres são suas próprias inimigas, afirma a cantora

Para a cantora britânica Lily Allen, homens e mulheres já são considerados iguais pela sociedade. A cantora deu a declaração durante entrevista para a revista Shortlist e acrescentou que o feminismo não precisa mais existir.

Leia também:

Após anos de hiato, Lily Allen conquista topo da parada

Nova temporada de ‘Girls’ terá inéditas de Beck e Lily Allen

“Feminismo. Odeio essa palavra porque isso não deveria nem existir mais”, disse ela. “Nós somos todos iguais, todo mundo é igual. Por que existe uma conversa sobre feminismo? Qual a versão masculina do termo? Nem existe uma palavra para isso.”

Lily afirmou também que as mulheres são inimigas delas mesmas, não os homens. “Sei disso quando estou sentada em um restaurante e vejo uma mulher bonita e magra entrar e penso: ‘Oh, ela é muito magra e bonita e eu sou gorda e feia’. Todos os homens com quem converso falam que acham esse tipo de mulher feia e que preferem mais ‘carne’. É uma competição. Isso não é saudável, nós somos nossas próprias inimigas.”