Clique e assine a partir de 9,90/mês

‘Lili, a Ex’, adaptação de tira de Caco Galhardo, diverte, mas não muito

Série que estreou nesta quarta-feira no canal pago GNT tem roteiro divertido e bons atores. Protagonista é vivida por Maria Casadevall, par romântico de Caio Castro em ‘Amor à Vida’

Por Meire Kusumoto - 25 set 2014, 11h31

Lili, a Ex, a estreia da noite desta quarta-feira no canal pago GNT, cumpriu, ainda que não faça ninguém se rasgar de rir, a missão de divertir. A série baseada nas tirinhas do cartunista paulista Caco Galhardo traz a atriz Maria Casadevall – a Patricia de Amor à Vida (2013) – como a figurinista freelancer que ocupa o tempo livre perseguindo e atazanando o ex-marido, Reginaldo (Felipe Rocha).

Radar: GNT Ancine aprovou captação de R$ 5 milhões para ‘Lili, a Ex’

Michel’ e ‘Patrícia’ de ‘Amor à Vida’ são flagrados aos beijos

No primeiro episódio, ela se muda para o apartamento vizinho ao do ex para que possa espioná-lo e logo trata de inverter o olho mágico da porta dele para ver o que se passa lá dentro. Oriunda dos quadrinhos, que permitem uma linguagem mais livre e imaginativa, com direito a alucinações e devaneios, a agitada e expansiva Lili engata uma loucura atrás da outra para perturbar Reginaldo, ainda que deixe claro não querer reatar. Ela só tem interesse em atrapalhar a vida do ex-marido, mesmo.

Continua após a publicidade

Ele, aliás, também não quer nada com Lili e, apesar de reclamar uma infinidade de vezes que a mulher invadiu a sua privacidade ao se mudar para o apartamento ao lado, não encara uma briga séria para tirá-la do lugar. Metódico e com mania de limpeza, o acovardado Reginaldo parece gostar de ter por perto alguém que vire seu mundo de cabeça para baixo e que instale o caos para que ele possa arrumar tudo depois. Com ampla carreira no teatro, cinema e televisão, Felipe Rocha acerta o tom como o entediante criador de passatempos, e chega a superar a protagonista em alguns momentos.

Outros personagens também ganharam bons intérpretes. Daniela Fontan vive Cintia, cabeleireira que é a melhor amiga de Lili e a mais normal da turma, um pouco encanada por ser gordinha. Rosi Campos está ótima como a mãe da ex de Reginaldo, Gina, mulher de classe média enterrada em dívidas, mas que não deixa de gastar dinheiro com roupas e sapatos. João Vicente de Castro, do Porta dos Fundos, estrela os trechos mais engraçados do seriado como Reinaldo, irmão de Reginaldo que não desiste de apresentar mulheres a ele, na tentativa de fazê-lo deixar a vida de “monge”. O veterano Milton Gonçalves encarna o avô de Cintia, Anselmo, velhinho já esquecido e que marca presença na série como o responsável pelos clichês e frases de efeito.

Com roteiro divertido ­- ainda que não cause gargalhadas -, a série foge do perigo das comédias românticas. Para os próximos capítulos, estão previstas participações especiais de atores como Priscila Fantin e o próprio Caio Castro, que vai viver um namorado de Lili.

Publicidade