Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lana Del Rey: ‘Dormi com muita gente da indústria musical’

Cantora indie estampa capa da revista americana 'Complex' e fala sobre seu novo disco e o caminho para o estrelato

A cantora Lana Del Rey deu uma entrevista bastante sincera para a revista americana Complex. Capa da edição de agosto/setembro da publicação, Lana falou sobre seu novo disco Ultraviolence, o processo de criação, a indústria musical e sexo.

“Eu dormi com muitos caras da indústria musical, mas nenhum deles me ajudou a conseguir um contrato com gravadora. O que é frustrante”, diz a cantora após ser perguntada sobre a música F**** My Way Up to the Top (F*** Meu Caminho ao Topo, em tradução livre), faixa de seu último álbum, que pode ser interpretada como alguém que usa relações sexuais para conseguir o sucesso. “Eu sei o que vocês estão pensando sobre mim, e a música é uma alusão a isso.”

A cantora já foi noiva do roqueiro Barrie-James O’Neill, da banda Kassidy, e é apontada como antigo affair de nomes como Marilyn Manson e Axl Rose, vocalista do Guns n’ Roses.

Quando questionada sobre o título de seu novo disco, Ultraviolence (Ultraviolento, em tradução literal), Lana afirma que gosta da mistura das duas palavras, uma com um sentido bom (Ultra) e a outra com um sentido agressivo (Violence), e que prefere relacionamentos intensos, como os dois termos representam. “Eu gosto de um amor físico. Como posso dizer isso sem ser mal-interpretada? Eu gosto de uma paixão tangível. Para mim, se não é físico, não estou interessada. Às vezes conheço gente que não combina comigo mentalmente, mas se existe uma química, isso compensa para mim.”

Leia também:

Lana Del Rey, a musa triste da música indie

Disco deprê de Lana Del Rey supera o de Jennifer Lopez

George Clooney quer Lana Del Rey em seu casamento