Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Katy Perry revela que fazia protestos religiosos contra Madonna

Antes de se tornar uma diva pop, a artista cantava gospel e era extremamente religiosa

Em entrevista à revista VogueKaty Perry revelou que costumava protestar do lado de fora dos shows de Madonna e Marilyn Manson. No começou de carreira, a artista cantava música gospel e era extremamente religiosa. “Eu perco sempre as referências. A Amy Grant [cantora de música cristã] era a nossa Madonna. Só sei quem eram Madonna e Marilyn Manson porque fazia protestos nos shows deles”, disse.

Katy Perry explicou que uma vez distribuía folhetos de “Como Encontrar Deus” em um show de Manson em Santa Barbara (cidade natal da artista na Califórnia) e acabou entrando no estádio, e achou “realmente interessante e estranho”.

“Minha casa era igreja na manhã de domingo, igreja na noite de domingo, igreja na noite de quarta-feira; você não comemora o Dia das Bruxas; Jesus lhe dá seus presentes de Natal; nós assistimos Bill O’Reilly na TV. Aquela era minha infância inteira e juventude. Eu ainda me livro de camadas de condicionamento”, confessou a cantora sobre sua vida quando mais jovem.

A artista lançou seu primeiro álbum em 2001, aos 16 anos de idade, quando ainda atendia pelo nome Katy Hudson e apostava no gênero gospel e rock cristão. Em 2008, a cantora assumiu o nome Katy Perry e explodiu no mundo inteiro com o single I Kissed a Girl (Eu beijei uma garota, em português), começando assim a sua carreira como diva pop.