Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Kanye West é cotado para apresentar o VMA em 2016

Rapper foi um dos protagonistas do evento deste ano, ao receber homenagem e anunciar 'candidatura' à presidência em 2020. Medo é que seu enorme discurso seja um sinal de que ele não sabe editar a própria fala

Depois do looongo discurso feito ao receber o prêmio Michael Jackson Vanguarda do Video no Video Music Awards (VMA), realizado pela MTV americana neste domingo, Kanye West pode ter a chance de falar ainda mais no evento do ano que vem. Segundo fontes do TMZ, a MTV teria ficado tão impressionada com o rapper, que chegou a anunciar uma candidatura à presidência em 2020, que está cogitando convidá-lo para apresentar a premiação em 2016.

LEIA TAMBÉM:

VMA 2015: a festa das pazes – ou da hipocrisia

Kanye West e Paul McCartney gravaram com Rihanna

Ainda de acordo com o site americano, a ideia da emissora de televisão é que o homenageado falasse durante dois minutos após receber o troféu, mas West consumiu um tempo seis vezes maior do que o esperado. A produção gostou tanto do rumo que as palavras foram tomando — o rapper começou falando, em tom de desculpas, sobre a vez em que arrancou um microfone das mãos de Taylor Swift e acabou dizendo que fumou algo proibido antes da festa — que deixou rolar.

Outra coisa que surpreendeu foi o conteúdo do extenso discurso. West ainda criticou premiações musicais, apesar de estar recebendo uma homenagem em uma delas. Completamente ególotra e sem noção, o rapper pode resultar em um apresentador lançador de petardos, o que pode criar divertidas e constrangedoras saias-justas. Mas também pode transformar o mestre de cerimônias do VMA em alguém como Jô Soares, que fala mais que aqueles que entrevista.