Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Justin Timberlake é acusado de apropriação cultural no Twitter

Cantor chegou a responder uma mensagem, mas apenas motivou mais críticas aos seus comentários

Justin Timberlake se envolveu em uma controvérsia na madrugada desta segunda-feira no Twitter, após dizer que se sentiu inspirado pelo discurso do ator Jesse Williams no BET Awards, premiação que reconhece artistas negros em diversas áreas do entretenimento. Ao elogiar a fala do americano sobre ativismo negro, porém, o cantor recebeu uma enxurrada de críticas que o acusaram de apropriação cultural na carreira, isto é, de fazer uso da cultura negra para se promover.

LEIA TAMBÉM:

Justin Timberlake lança nova – e dançante – música

Justin Timberlake e Anna Kendrick emocionam em cover de ‘True Colors’; assista

Taylor Swift, a ‘falsiane’, é acusada de promover supremacia branca

O intérprete de SexyBack decidiu então responder a uma das mensagens, o que causou ainda mais revolta na rede social. Um seguidor disse: “Isso quer dizer que você vai parar de se apropriar da nossa música e cultura? E se desculpar com a Janet também?”. Ele fazia referência ao show do intervalo do Super Bowl de 2004, quando Timberlake se apresentava ao lado de Janet Jackson e, sem querer, acabou tirando uma parte do sutiã da cantora, expondo seu seio na transmissão.

O cantor respondeu: “Doce alma. Quando você perceber que somos iguais nós poderemos ter uma conversa. Adeus”. A resposta motivou ainda mais críticas a Timberlake, novamente dizendo que ele faz uso de uma cultura à qual não pertence.

Após a nova onda de comentários contra o cantor, ele pediu desculpas pelo incidente. “Eu fui mal interpretado. Respondi a um tuíte, não era uma resposta generalizada. Eu nem devia ter respondido, de qualquer jeito”, disse. “Eu fui inspirado pelo discurso porque eu realmente acho que somos iguais… Seres humanos. Peço desculpas a qualquer um que achou que eu errei. Eu não sinto nada além de amor por todos vocês.”

(Da redação)