Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Justin Bieber é processado por plágio em ‘Sorry’

Cantora americana alega que o garoto roubou vocais de uma canção de 2014

A canção Sorry de Justin Bieber, produzida em parceria com Skrillex, tornou-se o grande hit do álbum Purpose e um dos maiores da carreira do cantor, sendo responsável pelo resgate da imagem do garoto, que antes atraia mais atenção pelos episódios controversos em que se metia do que por sua música. Sete meses depois do lançamento do sucesso, porém, a dupla está sendo processada pela cantora indie White Hinterland que alega que o single é um plágio de sua canção Ring The Bell, de 2014.

LEIA TAMBÉM:

Justin Bieber desabafa: fotos com fãs, nunca mais

​Criticado por playback, Bieber filosofa no Instagram

Shawn Mendes e os herdeiros de Justin Bieber

A americana alega que o cantor roubou vocais da sua canção e os utilizou em loop. Segundo o site TMZ, Hinterland – cujo verdadeiro nome é Casey Dienel – diz em uma ação judicial que os oito segundos de voz em destaque no início de Sorry são exclusivamente femininos e muito parecidos com sua própria melodia. Além disso, a cantora indie argumenta que tanto a sua música quanto a de Bieber incluem teclados sintetizadores, percussão e outros sons semelhantes. Hinterland diz ainda que o garoto a ignorou no final do ano passado, quando ela tentou conversar e avisá-lo para parar de usar o que ela afirma ser sua voz.

Também estão inclusos como réus na ação, o produtor Skrillex e os co-autores Julia Michaels, Justin Tranter, Sonny Moore e Michael Tucker. A cantora e compositora está pedindo uma quantia não revelada em dinheiro, e também que Bieber seja proibido de cantar seu hit.

Compare abaixo as músicas Ring The Bell e Sorry: