Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Johnny Depp deixa a Austrália para salvar seus cães

Ministro da Agricultura havia estabelecido na quarta-feira um prazo de 50 horas para que os cachorros deixassem o país

O ator americano Johnny Depp deixou a Austrália nesta sexta-feira para salvar seus cachorros Boo e Pistol de serem sacrificados por terem entrado ilegalmente no país. “Os cachorros foram embora”, anunciou o ministro australiano de Agricultura, Barnaby Joyce, em sua conta oficial no Twitter. Depp e sua mulher, a atriz Amber Heard, poderiam ser multados e até acusados judicialmente por não declararem a entrada de dois cachorros da raça yorkshire terrier às autoridades australianas.

Leia também:

Austrália ameaça sacrificar cães de Johnny Depp

Jack Sparrow aparece amarrado em primeira imagem de ‘Piratas 5’

Johnny Depp mãos de tesoura: o ator que podou o próprio sucesso

Os cães chegaram ao país há algumas semanas no avião privado do ator, que voltava da cidade turística de Gold Coast, no nordeste australiano, para recomeçar a filmagem do próximo longa da franquia Piratas do Caribe. Depp precisou abandonar as filmagens em março, quando teve uma lesão na mão.

O ministro Joyce estabeleceu na quarta-feira um prazo de cinquenta horas para tirar os animais do país, caso contrário eles seriam sacrificados. A notícia ganhou as redes sociais e milhares de pessoas se sensibilizaram com a situação dos cachorros. Uma petição online chegou a ser criada pedindo que os cães fossem poupados.

Depp e Heard informaram ao Ministério da Agricultura australiano que sairiam do país com os animais de estimação rumo à Califórnia, nos Estados Unidos, mas antes deveriam explicar às autoridades por que não declararam a entrada dos cães.

(Com agência EFE)