Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jay Z afirma que vendia drogas na adolescência

Em entrevista à revista ‘Vanity Fair’, o rapper disse que vendia crack, mas não fazia uso da droga

Quem olha a fortuna do rapper americano Jay Z, estimada em 500 milhões de dólares pela revista Forbes, mal imagina que, quando adolescente, o atual marido da cantora Beyoncé era traficante. Em entrevista à revista americana Vanity Fair, que será publicada em novembro, o rapper afirmou que não usava crack, mas vendia a droga para melhorar a situação financeira de sua família.

Leia também:

Rapper Jay-Z lança música com a mulher, Beyoncé

Rapper americano Jay-Z tira o hífen do nome

“O crack estava em todo lugar – era inescapável. Não havia nenhum lugar onde você poderia ir para se isolar ou para dar um tempo”, disse ele. “O cheiro da droga estava nos corredores dos lugares. Não consigo explicar, mas ainda lembro desse cheiro quando penso no assunto.”

Jay Z, cujo nome verdadeiro é Shawn Carter, afirmou ainda que não se sentia culpado por vender crack. “No começo não, até eu perceber as consequências disso nas pessoas. No ínicio eu pensava apenas em sobreviver, em melhorar minha situação financeira, em comprar roupas.”

O rapper disse que, apesar de não ter passado fome, sua família não vivia nem perto do conforto que ele e a cantora Beyoncé proporcionam hoje à filha Blue Ivy. “Nós vivíamos numa situação difícil, mas minha mãe dava um jeito, ela fazia malabarismos. Às vezes nós pagávamos a conta de luz, outras a de telefone, às vezes ficávamos sem gás. Nós não estávamos passando fome, mas não queríamos ficar envergonhados quando íamos à escola, não queríamos usar tênis sujos ou as mesmas roupas várias vezes”, disse ele, que ainda afirmou que sua mãe sabia de sua vida de traficante, mas nunca o questionou sobre isso.

Blue Ivy – Sobre a filha com Beyoncé, Blue Ivy, o rapper disse à Vanity Fair que a menina de dezoito meses aprecia tanto a música do pai quanto à da mãe. “Ela gosta da música da mãe – ela vê os shows no computador toda noite. (…) Mas nós colocamos meu novo álbum para tocar e ela também amou. Ela ouve uma canção e fala: ‘Mais, papai, mais… música do papai’. Ela é a minha maior fã.”