Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ivana emociona ao se revelar trans à família: ‘Vocês me aceitam?’

Personagem contou à família que não se identifica com o gênero feminino no capítulo desta terça-feira de 'A Força do Querer'

Em um momento histórico da TV brasileira, Ivana (Carol Duarte) revelou à família nesta terça-feira que é transgênero, tendo nascido um menino no corpo de uma menina, na novela das 9 da GloboA Força do Querer. “Eu não sou uma mulher, eu sou um homem, eu nunca fui uma mulher”, disse, espantando os pais, Joyce (Maria Fernanda Cândido) e Eugênio (Dan Stulbach), e o irmão, Ruy (Fiuk).

Enquanto Joyce insistia que Ivana tinha ficado louca, Ruy questionava: “Então você é lésbica, é isso?”. Ivana, didática, explicou várias vezes. “Vocês sabem o que é isso, se sentir no vazio, sem identidade nenhuma? Nesse corpo que te humilha, incomoda, machuca, como se estivesse em uma roupa que não é sua, mas onde te meteram e de onde você não consegue sair. Eu só vim aqui perguntar se vocês me aceitam”, disse, em um dos momentos mais fortes de toda a sequência, mostrando a força de Carol Duarte, estreante na TV.

Eugênio deu um passo à frente e até parecia que ia dizer que entendia a revelação. Ledo engano. Às lágrimas, ele culpou os hormônios por “colocar uma ideias” na cabeça de Ivana. Joyce só piorou a situação, dizendo que a filha estava louca e que queria chamar um médico. A primeira sequência terminou com Ivana mostrando que está tomando testosterona, o hormônio masculino, e dizendo que pretende retirar os seios.

Em seu quarto, Ivana cortou os cabelos em uma cena que pareceu um pouco exagerada. A personagem ria enquanto ia limando vários tufos de madeixas, dizendo: “Eeee!”. A alegria de Ivana é compreensível – por exemplo, Thammy Miranda, que é trans, afirma ter sentido uma espécie de libertação ao finalmente se livrar dos longos cabelos, considerados uma marca de feminilidade –, mas as exclamações soaram forçadas e quebraram o momento emocionante da personagem. Uma reação mais sutil teria sido mais crível.

Joyce viu Ivana cortando o cabelo e voltou a insistir que ela era sua princesa e que queria ajudá-la. “Olha mãe, olha. Sou eu, mãe. Sou eu, de verdade”, respondeu Ivana, mergulhada em lágrimas de tristeza pela falta de compreensão da família e de alegria por ter finalmente se livrado da cabeleira e das mentiras sobre quem realmente era.

Já de cabelo curto, Ivana perguntou ao pai se poderia contar com ele para a retirada dos seios. Vendo que ele não compreendia, Ivana disse que ia sair de casa e morar um tempo com uma amiga. No dia seguinte, no salão, Ivana acertou o corte de cabelo e sorriu diante do espelho, finalmente se reconhecendo ali.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. grande merrrrdaaaaaaa….. Isso não existeeeee… Existe homem que gosta de homem, mulher que gosta de mulher ou ambos que gosta de ambos. Meu, querem romantizar uma aberração, pelo amorrrr!!!!!

    Curtir

  2. Sargento Souza

    Um grande festival escatológico para nossa geração futura pagar o preço.

    Curtir