Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Itália leva vencedor do Urso de Ouro ao Oscar

Academia de Cinema italiana elegeu filme 'Cesare Deve Morire', dos irmãos Paolo e Vittorio Taviani, para concorrer como melhor filme estrangeiro

A Itália anunciou nesta quinta-feira que escolheu o filme Cesare Deve Morire, dos irmãos Paolo e Vittorio Taviani, para representar o país no Oscar de filme estrangeiro de 2013. A produção foi vencedora do Urso de Ouro no Festival de Berlim deste ano, e conta a história de prisioneiros de uma penitenciária de Roma que se preparam para encenar uma apresentação da peça Júlio César, de Shakespeare.

Quem também anunciou sua aposta para o Oscar foi o Chile. O país levará à premiação da Academia de Hollywood o filme No, dirigido por Pablo Larraín e estrelado por Gael García Bernal. O longa chileno, que agradou a plateia no último Festival de Cannes, inspira-se no período do plebiscito sobre a ditadura de Pinochet.

Para representar o Brasil no Oscar, foi escolhido o filme O Palhaço, de Selton Mello. Já a França fará forte concorrência na premiação do ano que vem, com seu longa Intocáveis, fenômeno de bilheteria mundial que conta a história real de um bilionário francês que fica tetraplégico. Outros países, como Dinamarca, com Royal Affair, Índia, com Barfi!, e Canadá, com Rebelle, também concorrem à indicação para o Oscar de filme estrangeiro. Já a Espanha escolheu o filme mudo Blancanieves, do diretor Pablo Berger, uma releitura do clássico da Disney feita em preto e branco.

Neste ano, as indicações do Oscar serão anunciadas no dia 10 de janeiro — cinco dias antes do habitual.

(Com Agência Estado)