Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ingressos para shows de Adele na América do Norte se esgotam em minutos

Fãs ficaram indignados com problemas técnicos nos sites de venda e reclamaram muito no Twitter

Os ingressos para os 56 shows da turnê de Adele na América do Norte, que acontece entre julho e novembro do ano que vem, começaram a ser vendidos nesta quinta-feira e se esgotaram em poucos minutos. Fãs da cantora usaram as redes sociais para lamentar dificuldades na hora de adquirir as entradas pela internet – muitos deles não conseguiram fazer a compra mesmo após 45 minutos de fila virtual e outros se escandalizaram com os preços cobrados por um dos sites.

A turnê do álbum 25será a primeira da cantora em cinco anos. Além de Estados Unidos, Canadá e México, Adele já anunciou que fará uma série de shows na Europa em 2016 – também esgotados. Parte dos ingressos foram disponibilizados pelo Songkick, sistema especializado em comercializar entradas por meio de sites oficiais dos artistas e de fã clubes. A intenção é evitar que os convites caiam nas mãos de cambistas.

Leia também:

Adele se mantém no topo da Billboard pela terceira semana seguida

Adele vende mais de 3 milhões de discos só nos EUA

Adele faturou R$ 214 milhões em menos de dois anos

A plataforma chegou a vender 40% dos ingressos da turnê de Adele na Grã-Bretanha, mas, na América do Norte, a sua participação foi de aproximadamente 8%. A Songkick disse que foram vendidos, nesta quinta-feira, 235.000 ingressos no site oficial da cantora, o Adele.com. Outras 53.000 entradas que tentaram ser adquiridas foram bloqueadas por suspeita de que os compradores eram cambistas. Os fãs que conseguiram adquirir as entradas pela página pagaram de 39,50 a 149,50 dólares cada. A grande reclamação dos clientes, porém, é a de que os convites se esgotaram rápido demais.

Em sites de venda secundária, como o Stubhub, os ingressos chegaram a 11.000 dólares, segundo o jornal The New York Times. O Ticketmaster, outro canal de venda, ainda teria poucas entradas disponíveis. Porém, além dos erros técnicos, a fila de espera é um grande teste de paciência – e também não é garantia de que o cliente conseguirá realizar a compra.

Diante da decepção de muitos, o Twitter foi bombardeado de reclamações, lamentos e – claro – memes. Alguns deles brincaram com a letra de música de Hello, adaptando-a para a situação. “Hello from the ticket line. I have clicked refreshed a thousand times (Em tradução livre: Olá, da fila dos ingressos. Eu devo ter clicado e atualizado umas mil vezes)”, diz um dos memes. A letra original é: “Hello from the other side. I must have called a thousand times (Olá, do outro lado. Eu devo ter ligado umas mil vezes)”.

(Da redação)