Clique e assine a partir de 9,90/mês

‘Império’ tem capítulo com ‘sangue nos olhos’

A tensão subiu no episódio mais recente do folhetim, em que Jairo levou um tiro certeiro e José Alfredo ameaçou Maurílio

Por Meire Kusumoto - 5 dez 2014, 08h23

Com a aproximação daquele que deve ser o seu clímax, a falsa morte de José Alfredo (Alexandre Nero), Império acelera seu ritmo e enche seus capítulos de tensão. Nesta quinta-feira, o episódio intercalou duas sequências “sangue nos olhos”. Enquanto José Alfredo (Alexandre Nero) ameaçava Maurílio (Carmo Dalla Vecchia) durante o jantar, o ladrão de bolsas Jairo (Julio Machado) morria em um matagal após levar um tiro certeiro do líder dos sem-teto, Cardoso (Ravel Cabral).

Leia também:

Continua após a publicidade

‘Império’: a melhor novela das nove desde ‘Avenida Brasil’

Afinal, qual o problema de Paulo Betti em ‘Império’?

Continua após a publicidade

‘Alfredísis’, o casal mais insípido de ‘Império’

Empregando seu quase onipresente tom intimidador, Zé Alfredo flagrou Maurílio em um pedido de casamento a Maria Marta (Lilia Cabral) no restaurante de Vicente (Rafael Cardoso). Só ao manusear sugestivamente uma simples faca de mesa – sem ponta e sem serrilhado, aliás – o Comendador conseguiu mandar seu recado ao namorado de sua mulher. “Se eu te matasse agora, teria atenuantes?”, questionou ele, antes de responder que, com a ajuda de advogados, provavelmente, sim.

Maurílio não quis ficar em desvantagem e, fazendo uso da única arma que possuía, pegou também uma faca de mesa. “Se correr sangue, aqui e agora… pelo menos para mim, não seria surpresa que José Alfredo Medeiros cometesse mais um homicídio”, disse, em referência à morte de seu pai, Sebastião (Reginaldo Faria). Ainda que tenha na bagagem um grave crime, o contrabando de pedras preciosas, o Comendador pode se dizer livre da culpa pelo assassinato de Sebastião. A Maurílio, ele afirmou que era inocente e que, inclusive, tentou proteger seu pai.

Leia também:

Continua após a publicidade

‘Império’: Nazaré baixa em Cora e ‘elogia’ Aguinaldo Siva

Marta e Clara de ‘Império’: os estilos mais desejados da Globo

Fã de Cauã Reymond, Dilma também ‘adora’ Império

Longe dali, Jairo passava por apuros. Depois de uma tentativa frustrada de encontrar Cora (Drica Moraes) em sua casa para recuperar seu pedaço do diamante cor-de-rosa, Cardoso levou o filho de Jurema (Elizângela) a um terreno abandonado. Sem conseguir acreditar que Jairo também não sabia o paradeiro de Cora e apostando que estava sendo vítima de uma armação dos dois, o líder dos sem-teto pediu que ele ligasse para a vilã. A ligação caiu na caixa postal e Jairo caiu em desgraça. “Ela foi a pior pessoa que podia ter cruzado meu caminho”, disse. “Você é a pessoa mais sem serventia para mim”, respondeu Cardoso, antes de dar um tiro na cabeça do outro.

Continua após a publicidade

A morte de Jairo, que ficou no ar por menos de dois meses na novela, mostra a eficiência com que Aguinaldo Silva está construindo a trama, sem personagens desnecessários ao seu andamento. O filho de Jurema cumpriu seu papel: entrou na novela como um simples ladrão de bolsas, mas logo evoluiu para cúmplice da maior vilã da história, contribuindo para que ela conseguisse todas as partes do diamante de José Alfredo e matando aquele que entrou em seu caminho, Fernando (Erom Cordeiro), que exigiu o pedaço da pedra que estava com ela, ameaçando-a com uma arma.

Com a aproximação do fim da história do diamante, que deve acontecer na segunda-feira, quando Zé Alfredo finalmente vai enganar Cora e fugir com os quatro pedaços, Jairo não teria mais função na novela. Ele só poderia exigir que a mulher, que prometera ceder sua primeira vez na cama caso ele a ajudasse em suas tramoias, honrasse sua palavra. Mas, por enquanto, Cora não parece estar perto de deixar o posto oficial de virgem de 50 anos da novela.

Leia também:

Continua após a publicidade

‘Império’ bate novo recorde, com horário eleitoral e tudo

Continua após a publicidade

‘Império’: João Lucas, o filho mais parecido com Zé Alfredo

Atuação de Paulo Vilhena em ‘Império’ é coisa de louco

Em resposta aos rumores de que Jairo voltaria a Império como fantasma, Aguinaldo Silva negou que vá empregar o recurso. “Jurema é que sonhará com o filho, e nestes sonhos haverá flashes da sequência que culmina com a morte dele. Jurema deita e dorme para sonhar… E sonha com o que aconteceu com o filho dela. O resultado disso é que, levada pelos sonhos, ela acabará descobrindo onde ele foi enterrado”, disse o autor ao site de VEJA.

Nesta quinta-feira, Aguinaldo ainda comemorou os bons números de audiência da novela. “Império impávida e gloriosa: audiência esta semana até agora: segunda 37 (pontos), terça 36, quarta 36. Isso no mês de dezembro e em dias de sol é demais!”, escreveu em seu perfil no Twitter. Ao que tudo indica, esses índices ainda podem crescer, desta vez perto do Natal, quando deve ir ao ar a cena da morte de José Alfredo.

Publicidade