Clique e assine com 88% de desconto

IMPERDÍVEL: Aplaudida, série sobre O.J. Simpson chega à Netflix

‘American Crime Story’ reconstrói o caso do ex-jogador de futebol, acusado de matar sua ex-mulher e um amigo dela em 1994

Por Meire Kusumoto - Atualizado em 4 fev 2017, 21h12 - Publicado em 4 fev 2017, 06h45

Uma das séries mais comentadas e aclamadas de 2016, The People v. O. J. Simpson: American Crime Story foi disponibilizada no catálogo da Netflix na última quinta-feira. O seriado do canal pago FX, como sugere o nome, é uma reconstrução do caso do ex-jogador de futebol americano Orenthal James Simpson, conhecido como O.J., acusado de ser o responsável pelo brutal assassinato de sua ex-mulher e de um amigo dela em 1994.

Em dez episódios, a série mostra como, desde o começo das investigações, o caso foi amplamente divulgado pela imprensa em histórias vorazmente consumidas pelo público, que enxergava em Simpson um grande herói do esporte e também uma estrela do entretenimento – antes mesmo de se aposentar como jogador, o americano se lançou em uma carreira de ator, participando de diversos filmes e programas de TV.

The People v. O. J. Simpson se tornou a sensação do ano por abordar de maneira brilhante, com inteligência, um caso que possuía várias nuances e resvalava em temas como machismo e, principalmente, racismo. O elenco deu um show à parte, com nomes como Cuba Gooding Jr., Sarah Paulson, Courtney B. Vance e John Travolta.

Por tudo isso, as 22 indicações no Emmy não causaram nenhum espanto na crítica especializada. No fim, a produção levou cinco estatuetas na premiação, considerada a mais importante da TV americana, incluindo a de melhor série limitada. No Globo de Ouro, também não fez feio, ganhando cinco indicações e saindo com duas vitórias.

Publicidade

A série, que funcionará de maneira antológica, com cada temporada tratando de uma nova história, já foi renovada até a quarta temporada.

Publicidade