Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

IMPERDÍVEL: Alexander Calder ganha exposição em São Paulo

Obras do americano nunca vistas no Brasil poderão ser conferidas ao lado de trabalhos de artistas nacionais influenciados por Calder

A partir de 1º de setembro, o Itaú Cultural abre para o público de São Paulo a exposição Calder e a Arte Brasileira, que conta a trajetória do artista plástico americano Alexander Calder e a maneira como ele influenciou a arte brasileira, com trabalhos de nomes nacionais também expostos. A exposição conta com 60 obras no total, 32 do americano e 28 de brasileiros como Palatnik, Helio Oiticica, Lygia Clark e Lygia Pape, Waltércio Caldas, Antonio Manuel e Rivane Neuenschwander. Alexander Calder nasceu em 1898 no Estado da Pensilvânia, Estados Unidos, e ficou conhecido por suas esculturas cinéticas, obras abstratas, e de grande escala para exposições ao ar livre. O artista visitou por três vezes o Brasil, onde iniciou uma amizade com artistas locais, como Burle Marx, Rino Levi, Henrique Mindlin, Heitor dos Prazeres e Lina Bo Bardi. Calder faleceu em 1976, aos 68 anos de idade. A mostra Calder e a Arte Brasileira fica em cartaz de 1º de setembro a 23 de outubro no Itaú Cultural, na avenida Paulista, 149. A entrada é gratuita e a visitação pode ser feita de terça a sexta-feira, das 9h às 20h, e aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h. Confira abaixo algo da obra de Calder em uma seleta de exposição realizada pela britânica Tate Modern: