Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Humor negro de ‘Moonrise Kingdom’ abre o 65º Festival de Cannes

Filme de Wes Anderson, que conta a aventura de um escoteiro na costa dos EUA em 1965, tem no elenco Bill Murray, Bruce Willis e Edward Norton

Comédia de humor negro com visual de anúncio de antigas revistas Life dos anos 50 e 60, Moonrise Kingdom abriu, sem fazer grande estrondo, a competição do 65º Festival de Cannes nesta quarta-feira.

Ambientado em 1965, numa ilha da Nova Inglaterra, na costa americana, o novo filme de Wes Anderson descreve a aventura de um escoteiro (Jared Gilman) que abandona o acampamento para fugir com uma adolescente rebelde (Kara Hayward), filha de um casal de advogados da região, interpretado pelos veteranos Bill Murray e Frances McDormand.

Durante a coletiva de imprensa do filme, a qual compareceram também os atores Bruce Willis, Edward Norton e Jason Schwartzman, muito se falou sobre o método de trabalho do diretor, que busca renovar velhas parcerias a cada novo projeto. O diretor de fotografia Robert D. Yeoman, por exemplo, está na equipe de Anderson desde Os Excêntricos Tenenbauns (2001).

“Já trabalhei com algumas pessoas nessa mesa antes. Sempre achei muito estimulante estar acompanhado de amigos no ambiente de trabalho. Não tenho qualquer experiência teatral, mas sinto como se tivesse criado uma companhia teatral”, lembrou Anderson.

“É realmente animador ser convidado a entrar no mundo particular de Wes novamente”, comentou Murray, que trabalhou com o diretor em Os Excêntricos Tenenbauns, A Vida Marinha com Steve Zissou (2004), Viagem a Darjeeling (2007), e O Fantástico Sr. Raposo (2009). “Às vezes, a gente deseja nunca mais ver o diretor com que trabalhou. Até vai com ele até o aeroporto para ter certeza que ele foi embora. Mas com Wes é sempre bom ser chamado de volta”.

“Atuar em Moonrise Kingdom, por exemplo, foi como viver em uma comunidade alternativa. Não havia trailers particulares, esses confortos associados às grandes produções americanas. Mas ele é capaz de criar um clima extremamente familiar. Todo mundo ria e se divertia, juntos”, observou Jason Schwartzman, parceiro de Anderson desde Viagem a Darjeeling.

LEIA TAMBÉM:

Brasil terá participação modesta em Cannes este ano

Assista ao trailer de Moonrise Kingdom