Clique e assine a partir de 9,90/mês

HQ de brasileiro Gabriel Bá ganha adaptação na Netflix

Série de fantasia 'The Umbrella Academy' foi criada por quadrinista ao lado de Gerard Way, ex-membro do My Chemical Romance, e traz Ellen Page no elenco

Por Lucas Almeida - Atualizado em 11 Dec 2018, 16h43 - Publicado em 11 Dec 2018, 16h05

A história em quadrinhos The Umbrella Academy, criada pelo ex-membro da banda My Chemical Romance Gerard Way e ilustrada pelo brasileiro Gabriel Bá, ganhará uma adaptação na Netflix em fevereiro de 2019.

Em conversa com a imprensa na segunda-feira, após participar da Comic Con Experience (CCXP), Bá falou sobre o projeto: “Tínhamos a ideia inicial de adaptar os quadrinhos para um filme, mas teríamos que diminuir muito a história. Agora, é uma série de dez episódios, como se fosse um filme de dez horas”. 

A trama conta uma história inusitada: um bilionário russo adota sete crianças com super-poderes em 1989, fundando a Umbrella Academy. Anos depois, com a morte misteriosa do pai adotivo, seis dos irmãos se reúnem para tentar resolver o que aconteceu. Todos os conflitos e traumas da infância começam a aparecer, enquanto eles lidam com a ameaça iminente de um apocalipse global.

Cena da série ‘The Umbrella Academy’ //Divulgação

“Com tantos outros filmes e séries sobre super-heróis, a audiência está mais confortável com o gênero, entende mais como funciona. Eles estão prontos para a estranha história que temos para contar”, comemora Bá. “Há sempre o medo de acontecer igual a adaptação do George R.R. Martin”, afirmou o quadrinista sobre a possibilidade da trama da série ultrapassar os lançamentos dos quadrinhos. “Mas esse não é um problema ruim para ter, ele é um homem bem sucedido”, complementou. 

Continua após a publicidade
Gabriel Bá, Gerard Way e parte do elenco de ‘The Umbrella Academy’: David Castañeda, Ellen Page, Emmy Raver-Lampman e Tom Hopper Gabriel Colombara/Divulgação

Bá e Gerard Way ainda atuam como produtores da série, mas afirmam que deixaram a história livre para mudanças na adaptação. “Nós conseguimos nos colocar no lugar dos fãs dos quadrinhos assistindo à série, porque sabemos de tudo que eles melhoraram ou mudaram”, ressaltou o brasileiro. “Uma das grandes evoluções foi a adição de diversidade no elenco. Esses personagens vieram de diferentes partes do mundo. Foi algo que fiquei muito orgulhoso”, complementou Way.

Cartaz da série ‘The Umbrella Academy’ //Divulgação

Publicidade