Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Homenagem a Cássia Eller tem bons covers e seios de fora

Atitude da roqueira, que exibiu os peitos no Rock in Rio 2001, foi repetida durante tributo

Poucas cenas representam melhor a personalidade rebelde de Cássia Eller que sua participação no Rock in Rio 2001. Na ocasião, Cássia levantou a blusa e mostrou os seios no palco. A imagem foi refeita (várias vezes) nesta sexta-feira, durante a homenagem organizada pelo festival para celebrar a artista, morta aos 39 anos, onze meses depois da icônica apresentação no evento.

Tacy Campos, intérprete da cantora em Cássia Eller, o Musical, foi a primeira a levantar a blusa e exibir os seios. No momento, Tacy entoava a canção do Nirvana Smells Like Teen Spirit, uma das favoritas de Cássia, próximo ao fim do tributo. Zélia Duncan entrou no palco em seguida e também mostrou os peitos, assim como Lan Lan, percursionista da cantora homenageada. Já Mart’nália decidiu tirar toda a blusa.

Leia também:

Vaias para Ivan Lins marcam tributo aos 30 anos do Rock in Rio

Costura estranha marca show de Ira!, Rappin’ Hood e Tony Tornado

Entrevista: Adam Lambert, de reality ao microfone do Queen

Manual de sobrevivência para o Rock in Rio 2015

“Ela era uma das pessoas mais importantes da música popular brasileira”, dizia o anúncio inicial da apresentação. Enquanto o público gritava, a formação original da banda de Cássia foi apresentada, nome a nome, ao som de aplausos e vibrações de quem lotava o espaço ao redor do palco Sunset. As primeiras a tirar os pés do chão foram Zélia Duncan e Mart’nália, que orquestraram um dueto em Brasil, de Cazuza, com uma boa sintonia. Em seguida, Zélia cantou Malandragem, uma das canções mais populares na voz de Cássia, que exaltou os ânimos do coro afinado da plateia que acompanhava a música.

O trunfo da homenagem foi a sintonia com a memória de Cássia. Os arranjos das músicas originais foram mantidos, a seleção foi bem feita, enquanto fotos eram exibidas ao fundo das apresentações no telão. As imagens mostravam Cássia em momentos íntimos, com amigos, com a então companheira, Maria Eugênia Martins, e com o filho Francisco Ribeiro Eller, o Chicão. A ausência do rapaz no palco, aliás, foi sentida. Porém, o jovem de 21 anos foi visto curtindo o show na plateia com amigos.

O palco foi ocupado também por Arnaldo Antunes, Emanuelle Araújo, Xis, Julia Vargas, Filipe Catto, Tacy, Fabão e Márcio Mello. Porém, quem se destacou, além das descamisadas, foi Nando Reis, ovacionado ao entrar no palco com o violão e o dedilhar do hit Relicário. “Tudo por ela, tudo pra ela”, disse o cantor, ao final da música, antes de começar O Segundo Sol. Foi de Reis a missão de finalizar a apresentação, ao lado de todos os artistas ele entoou a canção All Star.