Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Homem que revelou pseudônimo de JK Rowling é multado

Chris Gossage foi condenado a pagar 1.000 libras por vazar a história

Chris Gossage, o advogado que revelou a uma amiga que J.K. Rowling havia publicado o livro policial O Chamado do Cuco com um pseudônimo, terá que pagar multa de 1.000 libras. “Com a revelação de informações confidenciais sobre um cliente a uma terceira pessoa, o senhor Gossage violou os princípios 4 e 6 da carta da SRA”, a ordem que regulamenta a atividade dos advogados, afirma a decisão de 26 de novembro e divulgada nesta semana.

Leia também:

J.K. Rowling se reinventa com ‘O Chamado do Cuco’

A escritora britânica denunciou o escritório de advogados Russells depois da publicação em julho de uma reportagem no jornal britânico Sunday Times que revelou que ela era a verdadeira autora do romance O Chamado do Cuco, assinado por Robert Galbraith. O escritório admitiu que um de seus associados, Chris Gossage, contou o segredo a uma amiga, Judith Callegari, que falou à reportagem do Sunday Times.

No fim de julho, o escritório anunciou que a escritora havia aceitado uma quantia “substancial” a título de danos pela indiscrição. A autora da saga do bruxinho Harry Potter afirmou que doaria o dinheiro para a organização Soldiers’s Charity, que ajuda militares e suas famílias.

Antes da revelação do verdadeiro autor de O Chamado do Cuco, apenas 1.500 exemplares do livro haviam sido vendidos. Com a revelação de sua autora, as vendas dispararam. “Foi maravilhoso publicar um livro sem toda a expectativa e alvoroço e um autêntico prazer ver como era recebido com outro nome”, declarou J.K. Rowling, que vendeu mais de 450 milhões de exemplares da série Harry Potter.

(Con agência France-Presse)